Entre pro time

Grêmio

Queda de desempenho reconhecida e vitórias para a imprensa não falar “coisinhas”

Publicado

em

Reprodução

David Braz foi pra coletiva desta terça. Foi muito bem e falou várias coisas interessantes. Aqui um resumo:

  • Ele volta a jogar contra o Flamengo, time que foi campeão brasileiro em 2009, ano em que jogou a última partida justamente contra o Tricolor. Agora, mudou de lado.
  • Ele concorda com Renato que o desempenho contra e CSA Chapecoense não foi igual ao Gre-Nal. Admitiu uma queda de desempenho. Garantiu que os jogadores estão atentos a isso para não perder pontos como aconteceu no primeiro turno.
  • Brincou que não vai dar as estratégias de como parar o ataque do Flamengo, mas conhece o Bruno Henrique e o Gabigol dos tempos de Santos. Jogou por quatro anos com o Gabigol, inclusive. Conhece bem.
  • A ideia gremista é deixar o que aconteceu no Maracanã para trás. Nada de ficar tirando lição. Não adianta ficar lembrando aquele jogo agora. O negócio é esquecer. Não tem nem revanche pra ele.
  • Os jogadores sempre falam que eles precisam ter o costume de estar ganhando, tem que acostumar a ganhar. Até para trabalhar tranquilo na semana e não ver a imprensa falando um monte de “coisinhas”.
  • O fato de ter jogadores novos ajuda muito. Ele acha que ter caras “leves” no elenco é ótimo. Contou que acompanhou o time de baixo e viu que tem outros que podem subir de tanta qualidade que tem lá.
  • Ele terminou o jogo contra a Chapecoense jogando de volante por pedido do Renato. Contou que, se precisar, pode jogar ali normalmente. Já tinha atuado assim no Flamengo, com Vanderlei Luxemburgo. E, se o Renato quiser, pode suprir a saída do Matheus Henrique.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque