Entre pro time

Grêmio

Proposta por Paulinho, impeditivo com Luiz Adriano e duas ofertas recusadas pelo Grêmio

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • A direção gremista confirma que fez uma tentativa para contratar o meia Paulinho nesta última terça-feira. Porém, a proposta gremista não chegou nem perto de atender o jogador. Os dirigentes não confirmam oficialmente, mas a informação que temos é que a proposta foi na casa de R$ 1,2 ,milhão mensal de salário. Porém, segundo recebi, o jogador quer ganhar muito mais do que isso e sequer gostaria de voltar agora pro Brasil. Mesmo com Felipão aqui, seu foco segue sendo a Europa. Hoje, as chances do Paulinho vir são quase nulas.
  • Quem também foi tentado, mas tá praticamente descartado é Luiz Adriano. Eu mesmo conversei com o empresário que foi autorizado pelo Grêmio para ver essa situação. E a real é que a direção do Palmeiras não quer liberar. O jogador aceita jogar na Arena, o técnico Abel Ferreira até abre mão dele, mas os dirigentes lá fazem jogo duro. Portanto, é outro nome quase riscado da lista de possibilidades atualmente. Além do Palmeiras não facilitar, ainda tem o salário de R$ 1 milhão mensais que complica tudo. Ou seja, teriam que pagar para comprar ele e ainda bancar um salário neste nível. Tá longe.

Luiz Adriano não está sendo liberado pela direção do Palmeiras – César Greco/Palmeiras

  • E estes dois eram o meia de movimentação e o centroavante que Felipão queria. Agora, ninguém mais sabe quais serão os reforços que o Grêmio vai conseguir contratar.
  • Enquanto isso, dois jogadores receberam ofertas, mas não foram liberados. Léo Chú recebeu proposta do Fluminense e o Bahia quis levar o Darlan. Como eram por empréstimo, a direção tricolor não aceitou.
  • Por fim, fundamental lembrar que a folha segue nos R$ 14 milhões mensais. Tinha que descer pra R$ 12,5 milhões, mas tá difícil. Paulo Victor, Victor Ferraz e Everton estão agora treinando em turno inverso, separados dos demais, mas não rescindiram ainda. Tudo é muito caro. Pra liberar um Paulo Victor, por exemplo, estima-se um pagamento de R$ 5 milhões.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque