Entre pro time

Grêmio

Porque Guerra não demite Antonio Brum e Luís Vagner Vivian do vestiário gremista

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio
  • O presidente Guerra não pensa em demitir Antônio Brum ou Luís Vagner Vivian. Ele acredita que, fazer isso agora, só daria uma resposta para o torcedor, que pede por mudanças, mas não agregaria nada, além disso.
  • Pelo contrário, a saída de ambos agora poderia prejudicar as negociações que estão sendo conduzidas na janela de transferências, que irá abrir no próximo dia 10. Todas as conversas conduzidas até esse momento sofreriam um revés.
  • Outro ponto importante é que Guerra sabe que os dois dirigentes do futebol estão trabalhando com os recursos que tem. O fato de não terem contratado o centroavante e o meia, diz mais sobre o caixa gremista do que sobre a competência efetivamente de ambos.
  • Em resumo, o presidente sabe que só não tem mais reforços no CT por falta de grana e não por talento da dupla.
  • Brum é visto como um dirigente que conhece muitos jogadores e Luís Vagner elogiado por todos os seus contatos da época em que trabalhou na CBF. A defesa interna é que ambos fazem o que podem, mas não existe milagre com o orçamento que o Grêmio tem. Não há como fazer coisa muito diferente.
  • Nesta segunda, terá uma reunião no Conselho Deliberativo e, principalmente Antônio Brum, deverá discursar para os conselheiros. A tendência é que ele apresente o seu lado para os gremistas que lá estiverem.
Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque