Entre pro time

Grêmio

Corinthians queria, mas esse foi o motivo para a direção não aceitar demitir o Renato!

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio
  • Colegas da imprensa paulista informam que a diretoria do Corinthians estava atenta a situação do Renato: se ele caísse após o jogo contra o Juventude, iriam levá-lo para Itaquera. Como não aconteceu, o Timão foi no Ramón Diaz, ex-Vasco, para ser seu treinador.
  • Renato não vai cair (não neste momento). O motivo é que o presidente Guerra entende que ele é o cara mais indicado para tirar o Grêmio dessa situação. Não há outro treinador disponível que performe melhor que ele, no momento.
  • Outra, o entendimento da direção é que o problema gremista está muito mais nos jogadores do que na capacidade do Renato. Se tivesse outro comandante, estaria passando o mesmo sofrimento.
  • Quando falo jogadores, é em todo o contexto. Foi a lesão do Diego Costa e o fato de não ter centroavante reserva, as convocações do Villa e Soteldo, passando até pelos reforços que ainda não puderam jogar, como o Jemerson.
  • Por fim, Guerra acredita que, conseguindo trazer reforços nesta janela, o Grêmio vai melhorar. Renato fará isso e voltará a ser elogiado como sempre foi.
  • Então, o foco gremista está muito mais em contratar rápido do que necessariamente demitir seu atual treinador. Foi justamente por isso que Renato começou a falar em saída e foi rapidamente brecado pelo mandatário, na fatídica conversa que aconteceu no vestiário do Jaconi.
Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque