Entre pro time

Grêmio

Grupo blindado, sem desculpas, presidente chutou porta, porque JP Galvão entrou e folga confirmada!

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Resumo da coletiva do Renato após perder para o Corinthians:

  • O grupo estava blindado, lá dentro, não teve clima de campeão. Mas ainda continua achando que tem possibilidades. Tem confronto direto entre eles.
  • Não tem desculpa, tiveram um a mais por 90% do tempo e não conseguiram empatar e virar. Não tem desculpa.
  • Reclamou da arbitragem. A expulsão do Bruno tudo bem, ele não pega o jogador, mas tudo bem. Só que teve o lance do André Henrique, que foi seguro na hora de cabecear. Na maioria dos jogos, o VAR vem passear. Ou não tem capacidade ou é mal intencionado.
  • Nem a imprensa sabe, mas o presidente do Corinthians chutou a porte da sala dos árbitros, que fica na frente do vestiário gremista. Ironizou que ninguém do Corinthians chutou a porta quando não deram o pênalti do Yuri Alberto no primeiro turno.
  • O Corinthians fez duas linhas de quatro. O Grêmio teve que fazer jogadas pelos lados e, quando acontece a jogada do lado, tem que tocar na área. Até por isso, colocou o André Henrique na área.
  • Colocou o João Pedro Galvão porque ele é de área. Ele e o Suárez em cima de cada zagueiro. Tinha que aproveitar isso. Se colocasse o Nathan, iria ser só mais um jogador de lado de campo, que já tinha no time. 
  • Todos os clubes vão dar folga para seus jogadores. Os atletas terão quatro dias de folga. É o mínimo que todos os clubes irão dar. (O Grêmio vai treinar até quinta e depois todos terão de sexta até segunda de folga, voltando aos treinos na terça).
Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque