Entre pro time

Grêmio

Grêmio teve que investir pesado em jatinho sanitário para os jogadores

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Além de Paulo Victor e Vanderson, a delegação do Grêmio sofreu mais baixas no Equador. Isso porque o zagueiro Emanuel e o lateral Victor Ferraz não chegaram a testar positivo, mas estão sintomas. ,

Diante disso, a única alternativa foi colocar todo mundo no jatinho alugado e retornar com eles para o Brasil.

Interessante que esse não é um voo normal, é um jatinho sanitário, com protocolos bem rigorosos para proteger todo mundo. Por conta disso, apenas para trazer estes atletas de volta, a direção gremista está bancando R$ 300 mil no aluguel da aeronave.,


Esse é o mesmo avião que o Flamengo usou quando teve sete jogadores positivados na temporada passada e precisou fazer a mesma coisa.

Em outro avião, os outros mais de 40 integrantes da delegação, rumaram de Quito para Assunção, do Paraguai, onde vai ser disputado o jogo na sexta-feira.

Nota do Grêmio:

O Grêmio informa que os atletas que testaram positivo em Quito para Covid 19 – Vanderson e Paulo Victor – voltarão para Porto Alegre às 18h (horário local) em voo sanitário privado contratado pelo clube. Além de ambos, o DM informa que os atletas Victor Ferraz e Emanuel também seguirão de volta ao Brasil, na mesma aeronave, em razão de apresentarem sintomas como dores musculares, cefaleia e dores de garganta. Esses dois últimos fizeram 3 exames PCR’s e 2 antígenos e testaram negativo em todos eles. Desde a saída da delegação de Porto Alegre até deixar Quito foram feitos 152 exames nos 48 integrantes da delegação

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque