Entre pro time

Grêmio

Erro amador de Renato fez árbitro impedir entrada do Thiago Neves em campo

Publicado

em

Reprodução

Renato confirmou na sua coletiva que iria colocar o Thiago Neves na reta final do jogo contra o Corinthians, mas o meia foi impedido de entrar por conta de um erro amador que eles cometeram.

Isso porque a nova regra da FIFA permite até cinco substituições. Porém, só é possível parar o jogo três vezes para fazer as trocas. Os times podem mudar durante o intervalo ou parando a partida três vezes.

Ou seja, é permitido fazer cinco trocas, mas em algum momento o técnico tem que fazer uma troca dupla, tirando dois jogadores e colocando outros dois.


Só que Renato não percebeu isso. E, quando mandou o Thiago Neves entrar, o quatro árbitro avisou que ele já tinha usado as três paradas. Com isso, o Thiago Neves não entrou na partida. Um erro de amador.

Lucas Silva entrou aos 39 do segundo tempo, na vaga do Maicon – Lucas Uebel/Grêmio

As trocas do Grêmio foram:

  • Aos 34 minutos, Jean Pyerre saiu e Isaque entrou
  • Aos 39 minutos, Maicon saiu e Lucas Silva entrou
  • Aos 40 minutos, Diego Souza saiu e Thaciano entrou

Estas foram as três mudanças possíveis, duas ficaram para trás pois Renato usou suas três paradas. Uma segundos depois da outra, é verdade, no entanto, a FIFA ordena que sejam só três paradas pra não ficar travando a partida.

Na sua coletiva, Renato disse que foi o quarto árbitro quem errou. Colocou a culpa no quarto árbitro que, segundo ele, deveria ter colocado Lucas Silva e Thaciano em campo ao mesmo tempo. Ele não fez isso e, portanto, ele que errou.

Mas nada impedia o Renato de ter orientado ao ver o erro, né? Se viu que o Lucas Silva entrou e o Thaciano ficou, já coloca o Thiago Neves na próxima troca então. Ou até mesmo tivesse parado e chamado a atenção quando ele meteu só um em campo.

É função do treinador, do auxiliar, enfim, alguém do Grêmio tinha que olhar esse tipo de situação.

Foi um erro amador do Grêmio. E, como Renato é o técnico, foi um erro amador dele.

Renato tirou Diego Souza aos 40 do segundo tempo para colocar o Thaciano – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque