Entre pro time

Grêmio

Árabes melhoraram ainda mais a proposta pelo Ferreira e dois especulados estão descartados

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • O Al Ain, dos Emirados Arabes, não desiste de ter Ferreira no seu elenco. Após melhorar o contrato pro jogador, agora eles aumentaram a proposta para o Grêmio. Sim, passaram de quatro para cinco milhões de euros o valor que estão propondo pagar apenas pelo empréstimo do jogador. Se converter, dá R$ 31 milhões para ter o atacante por um ano.
  • Essa valor fica todo com o Grêmio, pois é empréstimo e não venda dos direitos. Como curiosidade, ouvi até que o empresário deu uma “tenteada” dizendo que queria seus 40%, mas não levou. Se sair, negócio, fica tudo na conta do clube.
  • Nesta segunda, com a volta do CEO Carlos Amodeo, que estava na Europa, tudo deve ser oficializado na mesa do Grêmio. Mas é fato que o Ferreira quer ir. Ele ganha R$ 140 mil e a proposta é pra ganhar R$ 2 milhões lá. Ficaria rico em uma temporada.

Carlos Vinicius deve ficar na Europa, tem mercado lá – Reprodução

  • O site do jornal A Bola, de Portugal, postou uma informação dizendo que Carlos Amodeo estava em Lisboa e tentando a contratação do centroavante Carlos Vinicius, 26 anos, que é do Benfica, mas jogou a última temporada no Tottenham.
  • Porém, isso não parece ser real. Primeiro porque o Grêmio já deixou claro pra imprensa que o nome contratado é o Borja. Segundo que eu mesmo falei com o agente do Carlos e ele me passou que não há negociações aqui e a preferência deles é seguir no futebol europeu.
  • Além do Tottenham ter pago 3 milhões de euros apenas pelo empréstimo do centroavante, o salário dele é R$ 850 mil líquidos, mais impostos. Pra fechar, o Mourinho gosta dele e sinalizou querer levá-lo pra Roma. Ou seja, tem mercado lá.

  • Gastón Ramírez não vem. É isso que dizem os dirigentes do Grêmio. Falo isso porque os jornais italianos começaram a divulgar que o clube tentou a contratação após o uruguaio ficar livre no mercado, já que encerrou seu contrato na Sampdoria.
  • Mesmo assim, não tem como contratar. Ele quer continuar na Europa, tanto que segue morando na Itália, levou até um preparador físico uruguaio da sua confiança para manter a forma, enquanto acerta com novo clube.
  • Com 30 anos, Gastón quer um contrato de três anos e 2 milhões de euros por temporada. Isso dá praticamente R$ 1 milhão por mês.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque