Entre pro time

Inter

Rodrigo Caetano escancara saída e fala do maior legado que ficará no Inter

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Rodrigo Caetano:

  • Mais importante do que a performance, era a vitória. E ela aconteceu. Isso que importa. Ainda mais pelo fato do time estar desgastado após o jogo na Bombonera.
  • A eleição vai acontecer nesta terça e ele não sabe se vai ficar. Se o novo presidente optar pela sua permanência, vão conversar. Mesmo assim, os relatórios estão sendo feitos para apresentar como o futebol chega para o novo presidente que vai chegar.
  • A missão nestes dois jogos que restam no ano de 2020 é entregar o Internacional em condições de seguir a disputa pelo título Brasileiro.
  • Não acha que os pênaltis contra América e Boca foram sorte. Tem competência e até uma questão emocional.
  • Qualquer contratação só pode acontecer após o final do Brasileirão. Não dá mais para inscrever. O Inter corre mais risco de perder jogadores nesta janela de janeiro do que qualquer coisa.
  • O maior legado que fica são os jogadores da base. Ano que vem, muitos deles serão protagonistas. O período de transição já ocorreu neste ano.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque