Entre pro time

Inter

Por que não vai ter mais camisa rosa e o problema com a Adidas que deixa o Inter no limite!

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

Tem uma galera “revoltada” nas redes sociais porque a camisa rosa do Inter simplesmente está esgotada e não tem previsão de voltar a ser vendida.

E a real é que é praticamente certo que essa camisa não vai mais ser comercializada. As quatro mil unidades que foram fabricadas já foram vendidas e não há mais o que fazer.

E a culpa disso não é bem do Inter. É a Adidas que não vai mais conseguir produzir essa camisa, mas, por incrível que pareça, nem eles são os vilões na história.


Calma, eu vou explicar com detalhes:

No começo deste ano, quando ficou definida que aquela seria a camisa rosa, a direção do Inter acertou com a Adidas a entrega de um lote inicial de 10 mil camisas rosas.

E esse seria apenas o primeiro lote. Se ela vendesse bem, claro que mais poderiam ser feitas.

Só que veio a pandemia e mudou tudo!

Não esqueça que as fabricas da gigante alemã ficam no Vietnã e na China. Ou seja, toda a linha de produção foi severamente prejudicada por conta disso.

Foi por isso que eles conseguiram fazer apenas quatro mil unidades da camisa rosa e nada mais. Mesmo com uma venda incrível, não tem o que fazer.

Uma das cláusulas do contrato prevê a obrigatoriedade de produção de um número bem maior das camisas de jogo. Mas ela não é considerada de jogo e sim promocional. Por isso, nem tem como exigir.

Só agora a Adidas conseguiu voltar ao ritmo de produção normal das camisas principais dos clubes por todo mundo e alega que não poderá parar boa parte da sua linha por uma camisa promocional e alternativa. Até chegaram a se dispor a entregar uma nova remessa da camisa rosa daqui seis meses. Daqui a seis meses não adiantaria mais. Então, quem tem ela, tem.

Por isso, uma das ideias no Inter é conseguir licenciar uma nova camisa rosa, por fora da adidas. Não seria uma de jogo e sim licenciada. Isso é possível, mas reforço que é uma ideia, isso não está definido ainda.

Adidas está com dificuldade de atender o Inter – Ricardo Duarte/Inter

Quer outra informação importante?

O Inter está trabalhando no limite com as peças que usa para jogo e treino. Mesmo as tradicionais vermelha e branca.

Existe um bom estoque dos uniformes tradicionais, mas apenas para tocar o clube. Ações de marketing, doações ou coisas do tipo estão praticamente zeradas. Hoje, há como atender apenas para uso do clube.

A boa notícia é que, nos últimos dias, o Inter conseguiu negociar com a empresa uma nova remessa de 15 mil peças vermelhas e brancas até o final do ano. Isso vai dar um alívio gigantesco para atender os jogadores e também ações do marketing.

E, se você acha muito, geralmente, clubes deste tamanho acertam receber 50 mil peças por temporada. A demanda é gigantesca. Só num jogo normal, são três camisas para cada atleta.

É fundamental deixar claro que os profissionais da Adidas tem sido extremamente atenciosos com o Inter. Sempre que o clube pede reunião, é atendido, sempre que tem uma demanda, ela é levada adiante.

O problema é que, como existe uma pandemia, os dirigentes não tem muito como pressionar a Adidas.

O relacionamento com a gigante alemã começou em janeiro e em março o mundo parou. Não há como tirar este fato da avaliação.

  • Agora, não esqueça que o contrato com eles prevê um valor bem maior de comissão por produtos vendidos. E, nos primeiros meses, o Inter estava faturando R$ 1 milhão mensal das vendas. Com esse problema, é claro que as duas partes perderam dinheiro.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque