Entre pro time

Inter

4 detalhes que consegui identificar na entrevista do Coudet

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

Escutei, de novo, a entrevista do Coudet após o jogo contra o Atlético-GO, e queria destacar algumas manifestações dele que são importantes a gente prestar atenção porque o homem continua mandando recados que tá com problemas:

  1. Ele segue dando oportunidades aos jovens, está dando minutos pra eles em campo, mas não tem como cobrar muito porque são jovens. Não há como cobrar os garotos do mesmo jeito que se cobra os que estão acostumados a jogar.
  2. Em uma das resposta, explicou que, às vezes, é mais fácil jogar com as linhas recuadas, não fazer marcação alta, porque se joga a cada três dias no Brasil. E jogar recuado, saindo no contra-ataque, cansa menos do que fazer a marcação alta que ele Coudet propõe.
  3. A explicação pro time mudar tanto durante a própria partida é que ele não tem 22 jogadores com a mesma característica. Se começa com um time, quando faz alguma alteração, o jeito de jogar já muda.
  4. Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG são ao contrario. O elenco deles é tão bom que, mesmo com as mudanças, seguem jogando da mesma maneira. Coudet vê estes três clubes com uma clara vantagem em relação ao Inter na disputa do Brasileirão.

Nesta mesma entrevista, Coudet pediu quatro reforços: um zagueiro, dois meias e um atacante – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque