Entre pro time

Inter

Por justiça, desta vez o Inter jogou muito melhor e o empate foi até injusto pelo futebol apresentado

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter
  • Desta vez, o golpe foi mais sorte do que o time merecia. Pela primeira vez em muito tempo, o Inter fez uma partida digna de assistir. Diria que, pra mim, foi a melhor, mais consistente, atuação na temporada. O empate foi injusto. Pela bola, mereciam mais.
  • Mano começou jogando com algumas novidades. Dentre elas, deixou Igor Gomes na lateral e fez uma mudança no jeito de jogar. De Pena foi um ponta direita, fez algo tipo o Maurício, armando com a canhota na direita. Pedro Henrique começou jogando na ponta-esquerda e Luiz Adriano ficou no comando de ataque.
  • Quero aqui destacar a dupla de volantes. Rômulo e Jhonny fizeram grandes partidas. Muito boas mesmo. Como há tempos não víamos do Jhonny e nunca tinha visto do Rômulo. Detalhe, o Jhonny cresce muito de produção como segundo homem de meio. Penso que tá claro isso. Não dá mais para ficar colocando ele no sacrifício. Já o Rômulo tá sendo bem correto. Acredito que possa ser olhado com outros olhos agora.
  • Mas o melhor em campo foi, sem dúvidas, Alan Patrick. Foi o meia do começo do ano. Não apenas pelo gol. Foi porque ele fez o time jogar. Tudo de inteligente saiu dos seus pés. É a lúcidez do time. Um pouco melhor fisicamente, voltou a brilhar. Que jogador.
  • A questão física precisa ser comentada. Mesmo tendo levado um gol na reta final, o físico pareceu bem melhor. Há sinais de evolução, de melhoria. Se bem que penso que não é só isso, tá? Acho que é uma mistura de um time melhor com o nível físico subindo. Estar melhor organizado tem diferença sim.

Ricardo Duarte/Inter

  • Talvez, o grande erro tenha sido as muitas oportunidades de gols perdidas. Pedro Henrique deu assistência perfeita, mas estava visivelmente afobado. Teve uma chance clara que acabou adiantando demais.
  • Wanderson também errou o seu. Ele, aliás, quase estragou tudo ao perder um gol e cometer um pênalti. Foi salvo pelo VAR, que viu falta segundos antes. Pediu para levar. Estava em uma noite infeliz. Nada deu certo pra ele.
  • Mano tirou Luiz Adriano e colocou Alemão. Olha, o Alemão tá irreconhecível. Errando lances sozinhos. Outra partida ruim dele. Centroavante, talvez, seja a posição de mais sofrimento do momento. Qualquer um dos dois que jogar, vai deixar o torcedor com coração na mão. Não sei nem o porquê o Lucca não ganha mais chances.
  • O gol do Nacional é um erro grosso do Mercado. Ele deixa o cara subir e não consegue fazer nada para conter. Um lance relativamente fácil. Erro individual bem marcante do zagueiro. A zaga, diga-se, só tem um cara que tá salvando. E é o Moledo. O Vitão também quase entregou. Tem uma jogada que ele dá uma bobeira maluca. Incrível como seu nível decaiu.
  • Mesmo reconhecendo a melhora, não tenho como esconder que mais uma vez tinham tudo para ganhar e entregaram a partida. Parece que falta alguma coisa para os caras dentro de campo. Se olharmos pelo ponto positivo, parece que o time tá pegando aos trancos, mas também estão falando em momentos cruciais.

Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque