Entre pro time

Inter

Os motivos que fizeram o Inter perder o título da Copa do Brasil

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • O título foi perdido no Paraná. Aquela postura, aquela maneira de jogar, impediram o Inter de colocar uma taça no armário e R$ 52 milhões no bolso. O fato de jogar pra não perder e mesmo assim ainda levar gol lá, faz com que a estratégia aqui ficasse completamente comprometida. Eu não consigo concordar com a postura. Não dá pra colocar tudo sempre na conta do Beira-Rio. Não vai ser sempre que o Inter fará diferença jogando em casa. Até porque, uma coisa é jogar em casa sem pressão. Outra, é começar o jogo perdendo e tendo que se atirar para o ataque.
  • O fato de não ter D’Alessandro complicou bastante a missão. O Inter ficou num 4-3-3, sem muito pensamento, era mais na correria. Faltou ele. Alguém pra organizar tudo, orquestrar, lançar, pisar na bola. Não adianta só correr, todo mundo sabe disso.
  • O Nico fez seu gol, num abafa danado (não teve nada de jogada trabalhada, pensada, foi do jeito que deu), mas ele é muito melhor jogando atrás do centroavante e não pelas pontas. Odair Erra feio quando coloca ele pelo lado. E ai voltamos num time que mais corre do que pensa.
  • É fato que o Tiago Nunes foi muito superior nas suas estratégias do que o Odair. Ele pensou melhor o que fazer. Fez seu time jogar bem lá e aqui. Não ficou só na defesa. Foram duas vitórias do cara em cima do treinador colorado. Hoje, ele tá num patamar superior.
  • Ouvi vários torcedores dizendo que o time entrou sem vontade. Não concordo. Não é o perfil deste elenco. Eles acabaram sentindo mesmo. Sentiram e não conseguiram achar saídas para as dificuldades do Furacão.

Ricardo Duarte/Inter

  • Gostei do Guerrero no primeiro tempo. Ele foi muito insinuante, fez paredes, escorou bolas, mas morreu no segundo tempo. Morreu no sentido de ser bem marcado e daí estava sem muita função. Não faltou entrega. Correu bastante. Até o final.
  • Rodrigo Moledo jogou uma enormidade. Foi o melhor em campo pelo Inter. Aliás, ele, Cuesta, Bruno e Lindoso foram bem ali no setor defensivo.
  • Gostei da entrada do Nonato também. Ele fez boas jogadas. Tentou o que deu. Mas não tem como jogar sozinho.
  • A torcida colorada fez sua parte. Foram 50 mil e 355 no Beira-Rio. Renda de R$ 2,7 milhões. Os caras tentaram ajudar e ainda deixaram uma baita grana nos cofres do clube.
  • Agora, o negócio é conseguir ficar no G4 do Brasileiro para garantir uma vaga na Libertadores 2020. Hoje, o Inter tá fora. Claro, dá pra brigar pelo título no Brasileiro, sonhar com isso, mas pelo menos tentar uma vaga no G4.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque