Entre pro time

Inter

Miguel conta muita coisa sobre a escalação do Inter, as mudanças que pode fazer e o reforço que tá voltando

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do técnico Miguel Ángel Ramírez após o jogo contra o Aimoré:

  • Ele não se guia pelo desempenho de um jogador na partida anterior para escalar o time no jogo seguinte. É a partir do plano definido para a próxima partida, que eles decidem quem pode ajudar a executar melhor o plano que será executado naquela partida.
  • Colocou Palacios na esquerda e Patrick na direita, tentou usar os jogadores com “pernas trocadas” para facilitar o jogo do Thiago Galhardo. Como ele não é um centroavante de área, que disputa a bola pelo alto, preferiu colocar Palacios e Patrick em lados contrários para eles tabelarem com o Thiago Galhardo e terem a chance de entrar área a dentro nestas tabelas.
  • Quando treinava o Del Valle, alguns times chegavam para jogar contra eles na altitude e chegaram lá com um medo terrível, sua cabeça estava em reservar-se, ter a altura como um inimigo. Portanto, ele quer o Inter sendo protagonista, tendo iniciativa. Não dá para ir perdendo a partida antes de começar a jogar. Dependendo do teu plano de jogo, a altura pode jogar contra ou não.
  • A altitude não vai mudar nada em como o Inter vai jogar. Quem vai mudar é o rival. O Inter dele muda conforme o rival.
  • Contra o Aimoré, os laterais jogaram caindo por dentro, pelo meio, mas isso não quer dizer que eles sempre vão cair por dentro. Existe a chance de, em alguns jogos, os pontas façam essa função de cair pelo centro e ai os laterais é que irão para as pontas, pra dar amplitude.
  • Ele sempre define antes do jogo começar quem bate os escanteios, faltas e pênaltis. Mas no caso das penalidades, há uma lista pequena de jogadores aptos a bater. Um deles é o principal, mas ele dá liberdade para os jogadores decidirem, em campo, por uma mudança dependendo do momento. Por isso, o Galhardo bateu um e o Patrick outro, mesmo que o Edenilson seja claramente o batedor principal.
  • Renzo Saravia treinou com os jogadores não convocados nesta quarta e treinou com naturalidade. Na próxima semana, vai estar treinando com os jogadores do elenco principal. Sua recuperação absoluta está bem próxima. Não falta muito para ele estar jogando.
  • Heitor tem um nível muito alto e, para ele, é um lateral que se adapta muito ao modelo de jogo que ele aplica. Até por isso, a lateral-direita é uma das posições mais cobertas do elenco.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque