Entre pro time

Inter

Inter foi Inter de novo contra o Goiás

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • O Inter jogou em U no primeiro tempo e de balão no segundo tempo. Primeiro os caras tocavam a bola de um lado pra outro, sem nenhuma jogada interessante. A bola ia de uma ponta a outra, mas sem entrar na área. No segundo tempo, a bola entrou na grande área, mas só por cima. Era balão e balão. Um jogo terrível de feio.
  • A derrota tá na conta do Lomba. Ele levou um gol inacreditável pro nível dele. Tem crédito? Tem. Mas falhou bisonhamente. A impressão que eu tive é que ele tentou pegar a bola e não espalmar. Quando viu que ela vinha muito forte pra segurar, acabou espalmando pra dentro do gol. Falhou. Era jogo pra empate.
  • Não tem como justificar perder jogando com um a mais desde os quatro minutos de partida. Nada que eu ou alguém do Inter fale vai justificar. O jogo foi contra o lanterna do campeonato. Não é contra o líder. Não é contra um baita time. É contra o Goiás.

Abel perdeu pelo menos dois gols inacreditáveis no jogo – Ricardo Duarte/Inter

  • Abel Hernández errou dois gols inacreditáveis e um que poderia ter feito. Três lances meio acidentados, é verdade, mas não tem como perder gol na pequena área. Ele ele perdeu três assim. O primeiro não conseguiu chutar porque ela caiu no pé direito. O segundo, se apavorou com a furada do zagueiro do Goiás e no final ainda chegou de coxa no rebote do escanteio. Tem que pensar ligeiro, parceiro. É isso que te faz diferente dos outros.
  • Marcos Guilherme saiu de campo com suspeita de fratura do tornozelo. Foi uma entrada criminosa do jogador do Goiás, que acabou expulso.
  • Toda a rodada ajudou o Inter, mas o Inter não se ajudou. Flamengo perdeu, São Paulo empatou e só o Galo venceu. E o que acontece? O Inter perde pro lanterna. Isso é muito o Inter.
  • O único destaque positivo é que a liderança foi mantida. Só que, vamos combinar, nos últimos quatro jogos, perdeu pontos inacreditáveis contra Palmeiras, Bahia e agora Goiás.

Lomba falhou no gol do Goiás – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque