Entre pro time

Inter

Empate mostrou zagueiro xodó, Palácios pifador, Heitor evoluindo e evolução lenta no jeito Miguel de jogar

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • O empate não diz bem o que foi a partida. Afinal, o Inter teve 90% do tempo no ataque e só não fez uma goleada porque o goleiro do São José fez ótimas defesas. Teve chute cruzado do Caio Vidal, cabeçada do Cuesta e Galhardo cara a cara sendo abafado por ele.
  • E ai tem o lado positivo e o negativo da partida. O negativo foi não ter goleado um time de Gauchão. O positivo é que, diferente de outras partidas, não foi uma loucurada de atacar e sofrer na defesa. Desta vez, o time teve o que o Miguel pede de controlar o jogo. O São José sequer teve chances no ataque. Isso aponta uma evolução.
  • Miguel seguiu no rodízio. Usou o goleiro Daniel, pra observá-lo, colocou Guerrero de titular novamente pra ganhar ritmo, e promoveu a estreia do Palacios no segundo tempo. Estes jogos estão servindo pra isso.
  • Sobre Palácios, gostei da entrada dele. Pela ponta direita, pifou o Edenilson na primeira bola que recebeu. Depois, também deixou Yuri Alberto na boa. Parece muito, mas muito veloz, com aceleração rápida e bom de passe. É um começo.
  • Zé Gabriel é quem tá despontando como um xodó do novo treinador. Ele tá sendo escalado e elogiado sempre. E o motivo nem é pela marcação, mas sim pela saída de jogo qualificada. Zé entendeu como jogar neste modelo de zagueiro que constrói jogadas e ganhou moral.

Zé Gabriel tá na cara que vai ser titular – Ricardo Duarte/Inter

  • Heitor fez uma das suas melhores partidas defensivamente falando pelo Inter. Se é verdade que, desta vez, o time não sofreu com contra-ataques, dois deles foram evitados em cortes inteligentes do Heitor. Foi muito bem taticamente porque estava bem posicionado e cortava os lançamentos longos nas costas do ataque colorado. Seu forte sempre foi o baita cruzamento, tá evoluindo agora na defesa.
  • O jogador que mais caiu de rendimento em relação ao que joga é o Patrick. Teve uma jogada individual no primeiro tempo. Nada mais. Meio óbvio que tem crédito, mas ele joga mais do que tá jogando.
  • Léo Borges tá começando a sua vida como profissional, mas faz apenas partidas médias. Longe de empolgar.
  • Guerrero foi titular, ganhou minutos, mas não dá pra avaliar um cara que voltou após sete meses e uma operação no joelho.

Guerreto tá ganhando minutos, ainda não tem como avaliar ele por estar voltando – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque