Entre pro time

Inter

As explicações que Piffero deu em entrevista na Rádio Gaúcha

Publicado

em

Reprodução

O presidente Vitorio Piffero deu entrevista nesta manhã na Rádio Gaúcha para se defender da acusações do Ministério Público que, segundo ele, esteve na sua casa, mas apreendeu apenas uma espingarda que herdou do seu avó. Não levaram nenhum outro documento, computador, celular.

Piffero sustenta que não tem conhecimento de nenhum desvio na sua gestão. Afirma que é preciso provar que ele sabia.

Outro ponto dito por ele é que mais de 5 mil documentos foram analisados pelas auditorias e em nenhuma nota suspeita está a sua assinatura.


Sobre as supostas obras que teve pagamento, mas não teve a execução, que chegaram a mais de R$ 10 milhões, ele se defendeu dizendo que não tinha contrato e, não tendo contrato, não chega na mesa do presidente.

Então, tudo leva a crer que, se fizeram, os vices agiram por conta própria, porque eles tem autonomia para isso.

Em outro momento, Piffero pediu que outras gestões também precisam ser investigadas. Se ele é acusado por gastar demais, afirmou que só a rescisão do Forlán custou R$ 12 milhões, que é mais do que este valor investigado nas obras.

Em várias oportunidades na entrevista, o presidente reafirmou que o Conselho Fiscal e o Conselho Deliberativo aprovaram as contas de 2015. Sendo assim, eles viram tudo que aconteceu e não acharam irregularidades. Por que agora mudou?

Embora não tenha falado exatamente isso, Piffero deixou transparecer que isso só está acontecendo por conta do rebaixamento.

Detalhe para essas frases aqui:

“Obviamente que eu não tinha conhecimento, se tivesse teria estancado.”

“Tem que provar que eu sabia e eu absolutamente não sabia. Eles que tem que provar, não sou eu. Como é que tu prova o que tu não sabe?”

“Só a rescisão do Forlán, soma tudo que eles estão dizendo que houve desvio, e claro que tem que ser investigado, mas soma tudo e a rescisão é maior. Só a rescisão do Forlán foi R$ 12 milhões.”

“Se houve prejuízo ao clube, que devolva, porra.”

“Eu estou tranquilo porque finalmente vou poder me defender em uma instância isenta.”

“Não houve contrato, portanto, não chegou no presidente.”

Facebook Comments

7 comentários

7 Comments

  1. Maykon Neto

    20 de dezembro de 2018 at 14:41

    Ta me lembrando um certo petista, eu não sei, eu não vi, provem que eu sabia.

  2. Anônimo

    20 de dezembro de 2018 at 12:08

    Sem contar que quase foi agredido na praia , mas foi salvo pelos gremistas

  3. Em 92 subi em nono

    20 de dezembro de 2018 at 11:31

    Enquanto isso, continua solto, curtindo com a grana que desviou na época que era presidente do greBBio!

  4. Usei a Tragédia da Chape Pra Não Cair

    20 de dezembro de 2018 at 10:30

    Vergonha pro Rio Grande… cadeia para essa corja. Série b foi pouco.

    • Genghis Khan

      21 de dezembro de 2018 at 20:24

      Falou o time que subiu em NONO LUGAR NO BRASILIXÃO SÉRIE B, E QUE TEM O CASO ISL ENTALADO NO CÚ!
      FAZ-ME RIR!
      KKKKKKKKKKKKK

  5. Exilado

    20 de dezembro de 2018 at 10:00

    Píffero é inocente! Vilta Píffero!

  6. CABOCLO AZUL

    20 de dezembro de 2018 at 09:49

    Escrevi que o piffero iria se pronunciar muito bem no teu outro post JB…
    Dito e feito!!!

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque