Entre pro time

Inter

Análise do jogo que classificou o Inter na Copa do Brasil

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • O Inter não fez um bom jogo. Jogando com reservas, Coudet insistiu com Musto e Johnny pra abrir o meio-campo. Está claro que dois volantes ali fica deixa o time sem cérebro, lento, sem transição. Tem que jogar o Edenilson ou o Nonato naquela faixa central. Motivo? Precisa de um jogador que faz o vai e vem. Foi justamente por isso que o primeiro tempo deu sono. O Inter ficava tocando bola de um lado pra outro, sempre na zaga.
  • Eu não quero ser chato, mas estamos em novembro e ainda não consegui entender o porquê os zagueiros do Inter saem jogando. Coudet faz o Musto recuar pra dar cobertura e os zagueiros armam. Não entendo. Juro. Um bom volante não vai ter mais criatividade pra distribuir o jogo por ali?
  • Os gols só aconteceram porque o Nonato arrisca um chute, o goleiro dá o rebote e o Galhardo, que pega o rebote, limpa o goleiro e toca pra rede. O segundo gol acontece em jogada individual do Rodinei, que pega de canhota e mete no ângulo.
  • Detalhe que o Inter quase se complicou sozinho. Os dois lances foram muito parecidos. Ambos nas costas do setor esquerdo da zaga. No primeiro, o Zé Gabriel salvou em cima da linha. No segundo, até tentou, mas não conseguiu. Uma pena pro Lomba, que tomou um gol que poderia ter defendido.
  • Leandro Fernández e Yuri Alberto formaram a dupla de ataque titular e foram bem discretos. Não fizeram nada demais. Verdade que o time tinha estas dificuldades pra chegar na frente, mas eles acabaram sumindo.

Leandro Fernández foi titular e não fez muita coisa no ataque – Ricardo Duarte/Inter

  • Ainda naquela de não ser o complicador, mas Coudet meteu o D’Alessandro no segundo tempo quando poderia ter posto o Praxedes. Ok, o Praxedes entrou, mas só porque o Galhardo lesionou. Insisto, não é querer criticar por tudo, mas na vitória, vai colocando o guri pra ele pegar minutos. Quer jogo melhor do que este pra isso? Até o empate classificava.
  • A pior notícia da noite ficou por conta do Thiago Galhardo. Ele entra, faz o gol, mas acaba torcendo o tornozelo sozinho. Pediu pra sair e ficou fazendo gelo no banco. Tinha até dificuldades para ir pro vestiário. Baita problema. Sorte que ele já tá suspenso no final de semana. Terá pelo menos uma semana pra se recuperar.

Galhardo saiu com dores no tornozelo – Reprodução

  • A vitória classifica o Inter para as quartas de final e garante R$ 3,3 milhões na conta de premiação. Ainda não sabemos qual será o adversário. O sorteio será sexta, na sede da CBF.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque