Entre pro time

Inter

Abel fala sobre possível saída e de pedido não atendido da CBF por Praxedes

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do técnico Abel Braga:

  • Sabe que a direção que o contratou está saindo. Então, é o novo presidente quem decide se ele vai ficar. Com ele, é tudo muito simples. Só quer uma coisa: a verdade. Foi o que não teve no Flamengo.
  • O que acontecer está bom. Veio aqui prestar serviços para o clube que adora. Só isso.
  • O que melhorou muito na sua visão é que hoje o Inter sabe sofrer. O Palmeiras teve a posse, mas os dois times tiveram as mesmas oportunidades.
  • O seu vestiário não é bom, ele é ótimo. Dá pra fechar o olho e os caras estão sempre respondendo.
  • O time está melhorando porque tá compacto e tá vibrando.
  • Lembrou que cinco jogadores da base começaram este jogo contra o Palmeiras. Existe uma mina de valores da base no elenco.
  • Reclamou que o treinador da Seleção Sub-20 do Brasil colocou o Praxedes a jogar os 90 minutos do amistoso com a Seleção. Aí, claro, o Praxedes jogou abaixo do que vinha jogando hoje. Contou que o Inter pediu pra usarem ele só 45 minutos, mas não atenderam.
  • Praxedes errou muito, mas foi por essa cansaço. Mesmo assim, já conversaram no vestiário e vai ser titular contra o Bahia.
  • Maurício nem concentrou porque jogou os três jogos inteiros. Não tinha como concentrar.
  • Não concorda que ele não é um treinador com perfil de lançar jovens da base. Lembrou que, em 2017, o Fluminense colocou 50 milhões de euros no cofre por jogadores que foram lançados por ele, como Richarlison e Wellington Silva.
  • Ainda não sabe nada do seu futuro. Aprendeu a não ficar remoendo o passado e nem projetar muito o futuro.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque