Entre pro time

Inter

Abel conta história com zagueiro da base, se rende a volante e conversa por Galhardo

Publicado

em

Reprodução

Resumo do que disse o técnico Abel Braga após a vitória contra o Bragantino:

  • As coisas estão acontecendo desde depois do jogo do Boca. Ali foi a grande mudança. Ali eles “pularam a cerca” e começaram a acreditar cada vez mais neles.
  • Jogo de futebol é como uma luta de boxe, você ataca ou defende de acordo com o adversário.
  • O Inter não faz questão de ter mais posse de bola porque tem uma transição em velocidade pro ataque muito boa.
  • A sua equipe aprendeu a sofrer. Não abdica de atacar, mas sabe jogar sem a bola.
  • Faltam cinco jogos, é muita coisa, mas eles já disputaram 63 jogos na temporada, faltam só mais cinco.
  • Seu segredo é tratar todo mundo igual, todos tem chance de jogar. Não gostou do Caio hoje, por isso colocou o Marcos Guilherme. Acha até que tem chance dele pegar a titularidade porque o Marcos Guilherme foi muito bem taticamente.
  • Contou uma história, que o Pedro Henrique, zagueiro que veio da base e estava até pouco tempo na Seleção Sub-20, perguntou pro preparador físico se ele Abelão não gostava dele porque não o chamava nem pro banco. Vendo isso, ele conversou com o jogador e começou a revezar no banco porque não tem isso. Ele gosta de todo mundo.
  • Está se rendendo ao Lindoso, que tem entrado no sufoco, nos momentos difíceis e entrado muito bem. Fez um segundo tempo incrível, tranquilizou a equipe, não errou um passe e roubou bolas. Ele tá escalado pra quinta-feira na vaga do Dourado, que tá suspenso.
  • Sobre o que aconteceu com o Galhardo na live, contou que reuniu o grupo e falou de maneira geral com todos os jogadores. Pediu pra eles todo o cuidado com rede social. E que o Galhardo se manifestou dizendo que não tinha intenção alguma de falar aquilo como interpretaram. Mas rede social é assim.
  • Ninguém vai cantar de galo antes. Não faz o perfil do Inter, dos jogadores e principalmente do treinador.
  • Sua equipe encaixou, tanto que o melhor encaixe da zaga seria Moledo e Cuesta, mas surge o menino Lucas Ribeiro do nada, assume o lugar com personalidade incrível. E com entrosamento muito bom com o Cuesta. Por isso, o Inter tem uma defesa firme. Só que toda defesa boa tem um bom meio-campo. É um todo que tá funcionando.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque