Entre pro time

Grêmio

Saiba porque o Kannemann chutou o balde contra a direção do Grêmio

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Kannemann explodiu uma crise de bastidores que já vem há um bom tempo no Grêmio. Chegou a falar que estava com raiva pelas demissões e deixou claro que muita gente “do outro lado” não representam a camisa do Grêmio.

O zagueiro não quis dar nomes, mas quem conhece o bastidor sabe que ele está falando do Carlos Amodeo, CEO do Grêmio, que está, inclusive, impedido de entrar no vestiário. Foi impedido por Renato e os jogadores.

Ainda no ano passado, Renato tinha dado entrevistas dizendo que cada um fazia sua parte, alguns trabalhavam no CT e outros na Arena. Isso era um recado direto para o CEO, mas só quem estava ligado nestas coisas, entendia.


Kannemann chegou a dizer que estava com raiva pelas demissões – Reprodução

Vários repórteres já sabiam desta disputa há tempos, mas só agora temos um jogador falando abertamente que há um rompimento do vestiário com esta parte da direção.

Um exemplo disso aconteceu com o assessor de imprensa do clube. Na final do Gauchão, ele discutiu com Francisco Novelletto, então presidente da FGF, após o Gre-Nal da Arena. Ali, ficou decidido que o assessor sairia.

Só que ai tem um detalhe muito importante. Romildo não diz a palavra não para o Renato. Ele usa o CEO, Carlos Amodeo, para isso. E foi este cara o responsável por comunicar o Renato desta demissão que aconteceria.

O que ocorreu então? Amodeo foi “corrido” por Renato e os principais líderes do vestiário do CT. Desde então, o cara simplesmente não pode mais pisar por lá. E, sim, existe uma disputa de poder ai. Uma queda de braço.

Esta queda de braço quem estava ganhando era o vestiário. Só que as sete demissões, alegando zona de conforto de alguns profissionais, mudou tudo. Afinal, ficou claro na entrevista do Kannemann que os jogadores não concordam com isso.

O presidente Romildo usou seu Twitter para tentar responder a posição dada pelo argentino, mas que é de praticamente todo o grupo:

E ai muita gente pode pensar que o Kannemann falou isso porque queria ser vendido ou coisa do tipo, mas a real é que o recado dele foi pelo grupo todo. Muitos jogadores concordam com esse chute no balde.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque