Entre pro time

Grêmio

Romildo explica porque o Grêmio não conseguiu contratar o centroavante Pedro

Publicado

em

Reprodução

Na coletiva que deu nesta tarde de quinta-feira, Romildo falou sobre a ida de Pedro para o Flamengo e esclareceu que não fez as propostas faladas na imprensa italiana.

“O noticiário do Pedro, por exemplo, foi excessivamente plantado. Tinham negociações que nós jamais conhecíamos. Não sei se utilizaram de uma maneira proposital ou não, mas o fato é que situações negociais que estavam noticiadas não tinham absolutamente nada a ver com a realidade, de fato, que o Grêmio estava. O Grêmio tinha uma fixação de negociação neste sentido, o representante do jogador sabia, a Fiorentina deve ter sido comunicada pelo representante, e o Grêmio tinha um limite. Se tudo chegasse naquelas condições que o Grêmio imaginava ser possível, poderia acontecer o negócio, mas como não aconteceu, o jogador, se não me engano, se ajustou com o Flamengo. Tá perfeito. O Grêmio estava enquanto atendia a possibilidade de fazer o negócio. Nunca imaginou apresentar 11 milhões de euros, 12 milhões de euros, 13 milhões de euros, o Kannemann no negócio… Isso não foi cogitado pela nossa parte. Foram colocados para efeito talvez, dos outros, não aquilo que o Grêmio fixou como parâmetros da negociação.”

Pedro acabou indo para o Flamengo por empréstimo até o final do ano. Para isso, os cariocas vão pagar 1 milhão de euros (R$ 4,5 milhões) apenas pelo empréstimo. Se quiserem comprar o jogador, terão que pagar 12 milhões de euros (R$ 56 milhões).


Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque