Entre pro time

Grêmio

Renato pede pro torcedor não acreditar em piadas na imprensa e diz que Borré não quis vir pro Grêmio

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Renato:

  • Esse ano mais do que nunca, tem vários garotos no profissional, mas tem que ir com calma para não queimar eles. Só que o elenco precisa de experiência também.
  • Pediu um pouco de calma e paciência por parte da torcida porque o Grêmio tá no mercado.
  • O Thiago Santos tem uma marcação muito forte e o elenco precisa deste tipo de jogador. Acha que, quando o torcedor ver ele em campo, vai gostar.
  • Sabe que o torcedor estava vendo os nomes que foram divulgados. Vai chegar gente. O que não pode é trazer o nome errado que não vai ajudar e ainda irá pra folha de pagamento.
  • O presidente tá um pouco sentido com criticas a mais que estão fazendo a ele.
  • Alguns jogadores que a torcida, foram tentados. Só que tem horas que foge da alçada do clube. Não dá pra trazer jogadores ganhando muito mais do que os que estão aqui. E não é o caso do Borré. Lembrou que o salário dele seria igual aos principais salários do Grêmio. O número dele só fica maior porque não iam pagar o River e sim o jogador. As luvas é que seriam altas. Seu salário era normal.
  • Fez questão de dizer que ele mesmo ligou pro Borré, quando estava no Rio de Janeiro. Estava quase tudo certo, só que não pode botar um revolver na cabeça de ninguém. O Grêmio tentou de tudo. O jogador que não quis e deu para traz na hora H.
  • Pediu para explicar para o torcedor porque teve quem falasse que “os jogadores decidiram que não era para trazer”. Disse não entender quem fala estas besteiras. Chamou de piada e quem fala isso não tem credibilidade. Pediu para o torcedor escutar os jornalistas que escutam as pessoas que comandam o clube. E são 98% dos jornalistas que fazem isso, mas 2% falam o que chamou de besteiras.
  • Há um ano, vem falando para o presidente para renovar o contrato do zagueiro Ruan. Disse que falava pra direção que, quando o Ruan fosse jogar, ia impressionar muita gente. Ele é mais rápido que o Pepê. E acha que é o próximo a ser vendido para a Europa.
  • Está cobrando internamente que as coisas do CT não podem sair de lá. As informações estão vazando e tá prejudicando as negociações. Voltou a garantir que vai ter reforços e pediu calma para o torcedor.
  • Disse que Romildo é o melhor presidente que ele trabalhou no Grêmio. E que tem muita gente exagerando nas criticas ao presidente.
  • Jean Pyerre tá no Departamento Médico. Ele vinha sentindo antes da final da Copa do Brasil, fez exames agora e apontou lesão. Voltou a trabalhar com bola e vai ser avaliado para viajar na Libertadores.
  • Pepê voltou a correr no gramado e tá voltando. Garantiu não ser verídica a informação passada na imprensa portuguesa que o Porto pediu pro Pepê não jogar o Gauchão. Eles querem que ele siga jogando.
  • Não consegue entender como criticam seu trabalho sendo que ele conquistou títulos após tanto anos e formou tantos jogadores, que renderam mais de R$ 700 milhões aos cofres do Grêmio.
  • Renato ficou muito emocionado na última pergunta da coletiva ao falar do Ricardinho. Ele e o jogador tiveram uma conversa muito franca e o centroavante não quis seguir de folga porque disse que precisava continuar trabalhando para realizar o sonho do seu pai e do seu avó, que era vestir a camisa do Grêmio. Todo mundo procurou colocar ele pra cima porque só quem perdeu o pai e o avó sabe o quanto é difícil.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque