Entre pro time

Grêmio

O que aconteceu num épico Grêmio 2 x 1 Palmeiras e a classificação na Libertadores

Publicado

em

Divulgação

  • Everton foi o nome da classificação. Todos os outros jogadores tem que pegar metade do bicho da vitória e entregar pra ele. Em quatro minutos, ele acabou com o Palmeiras. Primeiro marcando o seu gol escorando uma falta sem ângulo e depois entrando a dribles na área do Palmeiras pro Alisson pegar o rebote.
  • Ai eu pergunto: quanto vale isso? Há dinheiro que pague um jogador tão importante? Talvez recusar 40 ou 50 milhões de euros em nome de conquistas não seja tão loucura assim.
  • O segundo melhor em campo foi o Geromel. O que jogou esse cidadão lá atrás não tá escrito. Cara, eu não lembro de um bote perdido, um lance que ele foi driblado, uma dividida perdida. O tempo de bola, a antecipação, a inteligência do Geromel impressiona. Que cara diferente.
  • O Alisson foi o medalha de bronze no time gremista. Correu como um doido. Os caras da FOX o compararam ao Euller, o filho do vento. Ele parecia um risco em campo. E marcou como um lateral-direito também. Só que resolveu no ataque. Cobrou a falta do gol do Everton e fez o dele. Baita partida. Só não foi o melhor porque Cebola e Gero foram acima da curva.
  • Quem também entrou bem foi o Pepê. Com as limitações porque a bola não parava lá na frente, mas ele fez o que dava.
  • Acima de tudo, foi um jogaço. Muita intensidade. Das duas partes. Os dois tentando fazer muita coisa ao mesmo tempo. Isso deu emoção, toda hora tinha alguma coisa acontecendo. Até VAR e possível pênalti nos acréscimos do segundo tempo. Intensidade ao extremo.
  • Agora, eu também não lembro dos jogadores tão nervosos assim. Paulo Victor falhou no primeiro gol e estava visivelmente tenso, desconfortável. O Kannemann também não fez sua melhor partida na minha visão. Ele tava meio nervoso. Achei o Geromel bem superior a ele. Mas por esse nervosismo que citei.
  • Maicon saiu lesionado. É um problema. Se bem que, por incrível que pareça, o Rômulo não entrou mal.
  • No geral, a classificação foi merecida. O Grêmio se viu obrigado a mudar sua forma de jogar. Teve bem menos posse de bola, mas soube sofrer o jogo. Faz parte. Nesta hora, esse elenco sabe fazer a diferença. Tem que respeitar estes caras!

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque