Entre pro time

Grêmio

Grêmio teve mudanças claras, mas mereceu perder assim como nos outros jogos com Felipão

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • Bom, deu pra ver uma ideia, um pensamento de futebol diferente. E isso é positivo, mesmo que agora seja difícil aceitar, jogar minimamente bem te deixará mais perto de vitórias. Então, esse seria o ponto positivo desta partida.
  • Agora, não tem como negar que o resultado foi ruim, tanto quanto os outros jogos recentes com Felipão. Meio óbvio que não dá pra criticar o Thiago Gomes por isso, mas é a dura realidade.
  • Dito isso, logo no primeiro tempo, vimos um time tentado jogar mais por baixo, claramente com uma ideia de passe curto, de troca de passes pela grama e sem muito chutão ou cruzamento. Até aconteceram lançamentos, mas não era só isso.
  • O problema é que teve duas chances com Alisson e Ferreira, que erraram a finalização nas duas oportunidades.
  • Mas o Fortaleza foi superior já na primeira etapa porque teve as melhores chances. Brenno fez um milagre numa bola que desviou, uma outra riscou a trave e em pelo menos duas o Kannemann ou outro jogador travaram na hora. Eles tiveram chances bem mais interessantes.

Guedes foi titular, mas assim como o Vanderson não teve destaque – Lucas Uebel/Grêmio

  • E olha que Kannemann e Ruan muito bem na zaga, embora o Ruan tenha deixado o centroavante girar nele uma hora. Gostei.
  • Lucas Silva e Darlan os melhores do meio, talvez os melhores em campo. Darlan voltou com seu passe longo, Lucas dá uma segurança pro setor.
  • Jean foi mais participativo, ajudou na marcação. E isso é bacana. Só que é aquela história. Dele, tem que vir o coelho da cartola. Isso não teve.
  • O segundo tempo vem e o cenário é mais ou menos parecido e, pra mim, estava claro que o Fortaleza marcaria a qualquer momento. Thiago Gomes tentou melhorar e fez suas modificações. Colocou Everton e Campaz. Claramente apostando na velocidade. Não deu tão certo.
  • Mais do que isso. O Brenno teve que defender uma bola difícil novamente em um chute de fora da área.
  • E o Everton conseguiu mandar a bola na arquibancada. E olha que era a perna esquerda, a boa.
  • E, como quem não faz, leva. O Fortaleza fez um gol em uma jogada até parecida. Primeiro tem o talento de uma metida de bola entre todos do Grêmio. Depois, o Yago Pikachu batendo cruzado pra fazer o gol. Fez o que o Everton não sabe fazer desde que chegou aqui.
  • Thiago Gomes ainda tentou alguma coisa após o gol, colocou até o Elias pra ver se surgia algo diferente. Não. Não aconteceu. O Fortaleza é que teve mais chances ainda.
  • Dá pra ver como positivo a entrada do Elias. Tem que dar chance pro guri.
  • E é preciso falar que o Campaz entrou e não fez diferença.
  • Dá até pra discutir se teve ou não um pênalti cometido pelo Guilherme Guedes, que pisa no calcanhar do jogador deles na grande área.
  • Ou seja, por tudo isso, a derrota acabou sendo justa. Vimos um Grêmio diferente, mas com o mesmo resultado ao final dos 90 minutos.

Darlan reapareceu e eu gostei da sua participação – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque