Entre pro time

Grêmio

Grêmio recebe propostas para romper com patrocinador e trocar patrocínio master da camisa

Publicado

em

Divulgação
  • O Grêmio tem duas propostas para trocar o patrocinador master da sua camisa: Uma da H2Bet e outra da Betano.
  • Ninguém no clube fala valores, mas é certo que existem conversas e muitos cálculos para saber o que fazer.
  • Hoje, o Banrisul é o patrocinador master (que ocupa a parte da frente da camisa), mas o banco tem ainda outro acordo, com a Vero, que fica na manga das camisas. Ao todo, eles pagam mais de R$ 30 milhões pelos espaços (mais descontos em taxas bancárias que não são pagas e custariam coisa de R$ 3 milhões por ano).
  • Só que, se for fechar com outra casa de apostas, o Grêmio teria que rescindir o contrato com a Esporte da Sorte. Hoje, a casa paga R$ 20 milhões mais algumas bonificações. E esse contrato teria que ser rompido.
  • Com o Banrisul, é possível tentar remanejar, colocá-los em outras partes da camisa, compensar a exposição em outros lugares. Por isso, a ideia é conseguir manter o parceiro mais antigo da camisa.
  • Com a Esporte da Sorte, não tem como. Afinal, são concorrentes com as duas marcas que disputam para entrar.
  • A dúvida é saber se o valor que oferecem Betano e H2Bet é, realmente, elevado a ponto de valer a pena romper com a Esporte da Sorte e depois realocar o Banrisul.
  • Como exemplo, peguei os principais contratos do Brasil. Hoje, o Flamengo fatura R$ 85 milhões, o Palmeiras R$ 81 milhões (num acordo que usam todos os espaços) e o São Paulo R$ 52 milhões. 
  • O Grêmio teria que receber algo parecido com o São Paulo e ainda manter o Banrisul, em outras partes da camisa, para elevar bastante seu valor.
  • Tudo isso está sendo debatido internamente. Alguns dirigentes chegaram a pedir para não tratar sobre o assunto, de tão sigiloso que é o tema.
Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque