Entre pro time

Grêmio

Grêmio garante a classificação com dois brilhando e um comprometendo no time titular

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • O Grêmio volta classificado para Porto Alegre. Só uma tragédia para tirar a vaga, o que não deve acontecer. É claro que ninguém no Grêmio vai dizer isso, e nem deve, mas a gente sabe que o Guaraní tinha uma pequena chance vencendo lá. Perdendo, de 2 x 0, acabou pra eles. O Grêmio vai para as quartas da Libertadores. Tá claro isso.
  • Advinha quem foi o melhor em campo? Ele mesmo, Pepê. A direção jura que não vai vender ninguém em janeiro porque estará na reta final da temporada. Porém, com o que tá jogando, vai ser difícil segurar deste jeito. Ele deu uma assistência maravilhosa pro primeiro gol e guardou o segundo num toquinho de qualidade na cara do goleiro. No primeiro, ainda ganhou no corpo do zagueiro, e rolou pra trás pro Jean dar um tapa pro gol. Depois, chegou na frente do goleiro, num passe de cabeça do Churín, e guardou. É incrível o poder de decisão do Pepê. E olha que ele ainda deu uma com açúcar pro Luiz Fernando perder no primeiro tempo.
  • O segundo melhor foi o Jean Pyerre. Primeiro pelo gol que fez. A jogada do Pepê foi muito boa, mas o tapa que ele dá na bola é surreal. O mais incrível é que o Jean bate tão bonito na bola que ela parece sair “fraca”, sem jeito. E ela entra. O jeito é mais importante que a força. Mas só faz isso quem tem talento pra esse “jeito”. Fora o gol, ainda foi muito bem nas triangulações, jogadas que ele tabelou e apareceu. Principalmente no segundo tempo. Jogou muito.

Renato usou camisa da argentina em homenagem para o Maradona – Lucas Uebel/Grêmio

  • Vanderlei merece destaque. É o segundo jogo consecutivo que salvou o time. Primeiro contra o Corinthians e agora no Paraguai. Defendeu uma a queima roupa no escanteio e depois uma pancada que ia no cantinho. Voou bonito. Ele precisava de uma sequência de boas defesas.
  • Gostei muito do David Braz na zaga. Super seguro.
  • Diogo Barbosa foi bem também.
  • Diego Souza foi ok, se atrapalhou em uma bola na entrada na grande área que tinha que ter finalizado. Tanto, que o Churín melhora o time e ainda dá a assistência, de cabeça, pro Pepê.
  • Victor Ferraz foi bem discreto. Não comprometeu, mas poderia ter jogado mais.
  • Quem foi muito mal foi o Luiz Fernando. Olha, o cara errou quase tudo que tentou. Em uma única jogada até conseguiu disparar pela direita. Passou por três e finalizou quase na bandeirinha de escanteio. E essa foi sua melhor participação. De resto, foi com o pé em uma bola cruzada pelo Pepê quase na sua cabeça e acabou se atrapalhando. E ainda se atrapalhou e mal chutou uma bola açucarada que o Jean lhe pifou na ponta já no segundo tempo. Errou quase tudo. Uma atuação destas contra um time mais forte liquidaria o Grêmio.

Luiz Fernando errou muito no jogo contra Guaraní – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque