Entre pro time

Grêmio

Felipão vai pra cima da arbitragem após derrota pro Corinthians

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Felipão após a derrota pro Corinthians:

  • Pretende administrar a expulsão do Maicon juntamente com a direção, com uma conversa entre os jogadores e também conversando com a CBF. Tem que olhar o que o árbitro fez hoje. A mesma falta do Thiago Santos ele não deu no Rafinha, no primeiro tempo, que era dentro da área. Só depois de conversar com os dirigentes do futebol brasileiro, vai dizer se o seu atleta errou totalmente, fez isso ou aquilo.
  • Falou em trabalhar fora de campo. Porque tem determinados lances que, quando é pro adversário, principalmente quando o adversário tem alguma influência, é bem nítido. Os árbitros “fazem naturalmente aquilo como se fosse uma coisa simples”.
  • Apresentou um número que considerou estranho: o árbitro Ricardo Marques Ribeiro apitou 34 jogos do Grêmio e foram apenas cinco vitórias do Grêmio, com 16 derrotas. Perguntou: será que em todos estes jogos nos estivemos tão mal assim? Estranho.
  • A reação do Maicon é preocupante porque a imprensa tá do lado de fora, não tá no dia a dia, vendo como o trabalho é feito com vontade, pra fazer bem feito e ai foi prejudicado por uns lances. Então, é claro que os ânimos ficam mais exaltados.
  • Pensa que jogaram bem. Teve boas chances de gol e não conseguiu marcar. Teve oportunidades de fazer em um lance onde foi um pênalti em cima do Rafinha. Jogou uma partida equilibrada, com imposição boa no meio, marcação boa, que só falhou no gol. Ainda falta uma parte final, na criação, para fazer mais gols.
  • Terça vai fazer um jogo-treino da Transição contra o Corinthians para observar alguns jogadores que não estão atuando.
  • Além disso, quer trabalhar algumas situações com bola que finalmente vai ter tempo. Jogadas melhor elaboradas para evoluir.
  • Tem que acreditar um pouco mais no poderio. Teve duas bolas para decidir no primeiro tempo. Borja e Ruan tiveram duas cabeçadas, mas parece que os jogadores ficaram na dúvida se a bola vinha. Não pode ter mais dúvida, tem que acreditar. Ainda falta acreditar mais um pouco.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque