Entre pro time

Grêmio

Everton recusou proposta, Grêmio avança negociação do Diego Rosa e tem chance do Carlos Sánchez?

Publicado

em

Ivan Storti/Santos

  • O goleiro Everson e o atacante Sasha colocaram o Santos na justiça. Eles cobram valores atrasados de salário mesmo antes da pandemia. É um fato que o presidente deles tá tendo dificuldades de controlar e o elenco e, pelo que sei, o cara é bem complicado de lidar. Diante disso, claro que surge a especulação de uma possível liberação do Carlos Sánchez, que um tempo é sonho gremista. O presidente Romildo chegou a pedir estudo pra ver as condições físicas dele e recebeu que, mesmo aos 35 anos, o cara tá voando e vai jogar muito tempo. Só que isso ainda não tem nenhuma pista que ele vai sair. A verdade é que, na virada do ano, quando o Grêmio fez proposta, já existiam valores atrasados e o uruguaio não forçou sua saída. Ele sempre foi tranquilo com estas situações. Então, ainda não tem como dizer se ele vai entrar na onda dos colegas e pedir uma liberação pelos atrasos. Se fizer, tenho certeza que o presidente vai olhar. Ele gosta muito deste jogador. Sánchez ganha algo em torno de R$ 350 mil e, além do Grêmio, Palmeiras e Atlético-MG já tentaram sua contratação.

Everton ganha mais de R$ 700 mil por mês no seu contrato aqui com o Grêmio – Lucas Uebel/Grêmio

  • O colega Marcelo Salzano, da Rádio Bandeirantes, conseguiu confirmar a informação que foi o próprio Everton Cebolinha que impediu a sua ida para o Napoli. O Grêmio pré-acertou um valor de 25 milhões de euros com os italianos, mas o jogador não chegou a um consenso de salários e isso travou toda a negociação. A proposta salarial do Napoli era de 2,2 milhões de euros (R$ 13,4 milhões) por temporada. Everton pede algo em torno de 3,5 milhões de euros (R$ 21,3 milhões) por temporada. Essa distância de valores impediu a finalização do negócio.

Diego Rosa tem só 17 anos e deve sair porque não chegou em um acordo para renovar – Alexandre Loureiro/CBF

  • Pelo que apurei, ainda não há uma definição sobre a venda do Diego Rosa ao Manchester City. É certo que a negociação está acontecendo. A grande novidade é que o Grêmio notificou o Vitória que está enviando os R$ 500 mil e exercendo a cláusula de compra de mais 20% do jogador. Com isso, o Clube vai ter 70% na negociação para o City. Tudo indica que ela será de 10 milhões de euros, com sete milhões de euros limpos para o Grêmio. Ainda há a chance de ganhar mais quatro milhões em bonificações dependendo do desempenho dele lá e um percentual de vendas futuras.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque