Entre pro time

Grêmio

Dirigente do São Paulo projeta que Maicon também processará o Grêmio

Publicado

em

Reprodução

Alexandre Pássaro, gerente de futebol do São Paulo, deu uma entrevista para o jornal Lance dizendo que a ação do Maicon na justiça é descabida.

Só que o mais interessante pra gente aqui nem é isso, afinal, essa é uma bronca do São Paulo. O negócio é que ele diz em certo momento da conversa que o Grêmio pode vir a sofrer a mesma ação judicial. Aqui o trecho onde ele fala isso:

“A gente espera que isso não vire comum, porque se o São Paulo foi processado pelo Maicon, talvez o Grêmio também seja, porque no Grêmio ele continua jogando à noite e continua jogando aos feriados. Então criaria um passivo e uma imagem não muito boa para os clubes que querem contratar jogadores com esse histórico de ações.”


O dirigente do São Paulo explicou que além dos salários de três dígitos, os jogadores ganham ainda tem 5% dos direitos de arena, que é uma verba que vem da televisão para transmissão das partidas. Por isso, ele acha injusto cobrar por jogar à noite, já que quem marca os jogos à noite é a televisão.

Até por isso, a Globo lançou nota dizendo que jogos à noite são uma tradição e os fãs aprovam isso. Ela não irá mudar o horário das partidas.

Bom, fato é que Nestor Hein, que é o comandante do departamento jurídico do Grêmio, disse que o Grêmio não acredita que essa situação irá acontecer aqui.

O CEO Carlos Amodeo falou pra gente no Donos da Bola que o clube paga uma remuneração extra para os atletas justamente para cobrir esse tipo de situação. Ela é chamada de remuneração assessória.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque