Entre pro time

Grêmio

Adriano, ex-Barça, fala sobre a proposta do Grêmio

Publicado

em

Divulgação

O lateral-esquerdo Adriano conversou com o pessoal do Globo.com sobre sua situação. Ele revelou que estava com dois meses de salários atrasados, mas o Besiktas chegou agora no final do ano e quitou tudo para os jogadores para não correr o risco de perder ninguém nesta janela. Então, a situação que antes era de pressão para sair, agora aliviou e ele pode cumprir o contrato até a metade do ano.

Mesmo aos 34 anos, Adriano acredita que se cuidou e pode jogar em bom nível. Então, vai analisar propostas da Europa e do Brasil sem problema algum.

Aqui dois trechos da entrevista em que Adriano fala do Grêmio:


Com o Santos e o Grêmio realmente chegamos a conversar, mas estávamos nesse período de rescindir ou não, paga ou não paga. Nessa novela, digamos assim. Eu falei: agradeço a vocês. São dois grandes clubes. Fico feliz pela procura dos clubes. Mas sempre deixei claro que teria de resolver as coisas aqui no clube antes. Se chegasse algo dos clubes que agradasse estaria conversando com a minha família e, se agradasse, sem dúvida estaria pensando.”

“O Grêmio é um grande clube. A cada ano está melhorando. Tem um elenco muito competitivo e um treinador que foi melhorando muito com os anos. Hoje você fala do Grêmio e vê a cara do Renato, que cresceu com o clube. Para mim seria muito importante se no futuro pudesse fazer parte.”

A situação é basicamente a seguinte: Adriano agora está com os salários em dia e depende da liberação do Besiktas para sair.

Ele aceita vir para um time brasileiro, mas depende da proposta e, pelo que sei, o cara pediu salário de Barcelona para jogar aqui. Então, no Grêmio não tem muito negócio.

A direção gremista já mudou o foco para a permanência do Juninho Capixaba.

Pra quem não conhece, este é meu canal no YouTube:

Facebook Comments

9 comentários

9 Comments

  1. Cps

    2 de fevereiro de 2019 at 08:54

    Tudo bem que o Cortez é o lateral campeão da América, tem regularidade, mas em termos de qualidade técnica não amarra a chuteira do Adriano.

  2. Anônimo

    2 de fevereiro de 2019 at 00:39

    O valor seja ele 400 mil eu acho demais para pagar para um Lateral que chegaria para ser reserva, pois o Cortez hoje é incontestável na Lateral Esquerda, portanto se tornaria um reserva muito caro, com 1 ano de contrato dele se contrata o capixaba que tem 21 anos e um futuro pela frente

    • Lorenzo Andrade

      2 de fevereiro de 2019 at 02:02

      Ele joga de lateral direito e meio campo também. Seriam 3 reforços em 1.

  3. Lorenzo Andrade

    1 de fevereiro de 2019 at 22:04

    Que salário de Barcelona? Você mesmo falou algo em torno de R$ 500, R$ 600 mil. A mídia de SP disse que ele fecharia com o Santos por R$ 450 mil. Desde quando isso é impagável? Geromel ganha uns 600, Kannemann uns 500, Marcelo Grohe ganhava uns 500, Cícero ganhava uns 400, luan ganha uns 800, Renato uns 800 também… ???

    • Anônimo

      2 de fevereiro de 2019 at 09:16

      Td mundo noticiou 400, 450. So o jb nos 700

      • João Batista Filho

        2 de fevereiro de 2019 at 09:42

        Depende do ponto de vista. Pro jogador pode sobrar 450 líquidos, mas para o Grêmio o custo é superior. Tem que pagar imposto. Então, se vê o custo total da operação.

    • João Batista Filho

      2 de fevereiro de 2019 at 09:52

      Eu jamais falei que é impagável, mas o custo total dele é alto. E a primeira pedida, segundo a direção gremista, é de salário de Barcelona.
      Cícero ganhava na casa dos R$ 200 aqui, Lorenzo.

      • Lorenzo Andrade

        3 de fevereiro de 2019 at 01:34

        É que a direção do Grêmio quer que trabalhe de graça, é isso. Aí qualquer custo é alto. Estão cada vez pior nessa questão.

        • Rodrigo

          3 de fevereiro de 2019 at 12:03

          Falo o cara que deve ganhar um salário mínimo… da onde ganhar 100 ou 200 mil por mês é trabalhar de graça?? Não sabe o que fala então fica quieto, direção é a melhor dos últimos tempos …

Comenta ai o que achou

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque