Entre pro time

Inter

Inter procurou Pedro Rocha, grana pela saída do Nonato e Edenilson ainda nem foi pago

Publicado

em

Divulgação

  • A direção nega, mas o empresário do atacante Pedro Rocha garante que o Inter fez contatos tentando a contratação do ex-jogador gremista, que está no Spartak, da Rússia.
  • Há quem diga que essa tentativa aconteceu após vazar que o Grêmio estava tentando o Luiz Adriano. Seria um contra golpe colorado.
  • Só que as conversas não foram pra frente. Pedro ganha mais de milhão por mês, o Inter tinha R$ 500 mil disponíveis para reforços. Esse foi o valor oferecido pro Giuliano.
  • Pedro tá jogando no time B do Spartak e seria emprestado. A questão mesmo é o salário. Hoje, a tendência é que ele retorne para o Grêmio.

Nonato, 23 anos, foi emprestado pro Fluminense até o final de 2022 – Ricardo Duarte/Inter

  • Nonato será jogador do Fluminense até o final de 2021. Por esse empréstimo, o clube carioca vai pagar R$ 500 mil em 10 parcelas de R$ 50 mil pelos próximos 10 meses.
  • Se quiser ficar com ele em definitivo, terão que pagar 2,5 milhões de dólares (R$ 13 milhões) pelos 50% que o Inter tem dele. Interessante que, no final de 2019, este percentual foi comprado por R$ 2,2 milhões junto ao São Caetano. Então, se for vendido, pode acabar rendendo uma boa grana.
  • Se for negociado com outro clube durante o empréstimo, o Flu fica com 10% da negociação. A famosa taxa de vitrine.

Direção chamou Edenilson para dar um aumento de salário, com pagamento antecipado de bonificações, jogador recusou – Ricardo Duarte/Inter

  • Em entrevista ao podcast do Globo.com, o vice João Patrício Hermann disse que Edenilson só vai sair se os árabes pagarem a multa e que a direção não pretende liberá-lo assim facilmente.
  • Mais, o dirigente lembrou que o meia ainda nem foi totalmente pago pelo Inter. Sim, após atrasos, a Udinese entrou na FIFA cobrando valores dele e do Nico López. A antiga direção teve que fazer um acordo para pagar 3,2 milhões de euros restantes em quatro prestações de 483 mil euros (R$ 3 milhões). A última será apenas agora em setembro.
  • Por fim, em off, os principais dirigentes do clube dizem que ainda acreditam em um acordo com o jogador. Edenilson já foi procurado para negociar uma melhoria de contrato e, em troca, esquecer a proposta árabe. O atleta recusou por achar que tá na hora de sair. Mesmo assim, como não tem nenhuma garantia que o Al-Shabbab vai aumentar a oferta pro Inter, ele terá que ir ficando.
  • E ai vem a estratégia da direção. Eles sabem que Edenilson consegue “esquecer” de um negócio frustrado e seguir jogando bem. Portanto, a ideia é esperar passar a janela e compor com ele um bom acordo. Sim, pela direção, ele fica aqui nesta e nas próximas temporadas.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque