Entre pro time

Inter

Foi lindo, cara!

Publicado

em

Ricardo Duarte/Inter

  • Foi lindo, cara! Não tem outra expressão. Apenas isso. Foi lindo ver o Inter jogar no Morumbi. Um time soberano, sobrando em campo durante os 90 minutos. Um time que teve todas as virtudes de um vencedor. Que foi agressivo com e sem a bola, que teve gol de jogada aérea, de jogada trabalhada, de bola roubada no ataque. E que soube defender como se estivesse empatando em 0 x 0 no final de partida.
  • Essa foi a maior atuação do time na temporada. Sem dúvidas. Antes, era a do Boca. Agora, é essa. O jogo contra o Palmeiras também foi muito bom, mas nada se compara ao que vimos no Morumbi. O Inter patrolou e deu ré no agora ex-líder do Brasileirão.
  • O Inter é o líder de fato e de direito do Brasileirão. Mesmo que outros times tenha jogos atrasados, o Inter tá a dois pontos de todo mundo em qualquer cenário. Abel conseguiu reconduzir o Inter pro topo. E fez isso com uma consistência de atuação absurda. O time tá jogando com maturidade gigante.
  • Essa vitória é do Abel. De ninguém mais. É dele. Simples assim. Quase ninguém acreditava que isso fosse acontecer. O cara se reinventou, mudou quase tudo no time, colocou seu estilo, sua personalidade. Não há mais nada do antigo trabalho. Hoje, é tudo obra autoral dele. E não falo para desmerecer o Coudet, mas apenas pra informar. É um novo Inter. Só que é um ótimo Inter. Melhor que o anterior.
  • Yuri Alberto fez três gols e deu uma assistência. Quer mais? Seguramente foi a melhor partida da sua vida. A finalização dele é absurda. Centroavante que tá sempre bem colocado, que a bola procura. Um cara que alia a boa velocidade com bom posicionamento. Só que seu melhor é a pontaria. Ele não treme na frente do goleiro. Matador. Que baita contratação. Mesmo sendo reserva até pouco tempo, tem 10 gols no Brasileirão.

Yuri Albertou fez três e deu uma assistência no Morumbi – Ricardo Duarte/Inter

  • Caio Vidal levou o terceiro amarelo e tá fora. Além disso, sentiu dor na coxa e foi sacado no intervalo. Só que o Peglow entrou tão bem no segundo tempo que ficou até melhor. O Peglow mandou bem demais. Mesmo que não tenha marcado, ele rouba a bola de um dos gols e serve o Yuri em outro. Finalmente, ele conseguiu entrar no mesmo ritmo dos profissionais.
  • Destaques pra Moisés, que tá jogando muito bem, pro Dourado, que é um leão combatendo e marcando até no campo de ataque, e pro Patrick. Ele é um dos diferenciais técnicos desse time. Já falei no Donos, vou repetir aqui: “não falem mal do Patrick na minha frente”. Eu defendo ele com todas minhas forças.
  • A única coisa fora do lugar foi o gol do São Paulo. Mas foi tão pontual que sequer assustou. Pelo contrário, este gol mostrou o quanto esse grupo tá maduro. Ninguém se apavorou. Já tinha sido assim no final de semana. Em outros momentos, se o Fortaleza empatasse, ia ser uma depressão. Nada disso. Os caras tão maduros e seguros de si.
  • Sim, o Inter joga como um líder do Brasileirão. Joga como um favorito ao título. Se antes alguém poderia duvidar, essa atuação jogou os holofotes todos para o Beira-Rio.

Inter passou por cima do São Paulo, no Morumbi, em sua melhor apresentação na temporada – Ricardo Duarte/Inter

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque