Entre pro time

Inter

Cuesta explicou as mudanças que Zé Ricardo já fez no time do Inter

Publicado

em

Reprodução

Destaques do que o Cuesta falou na coletiva antes de embarcar pra Salvador:

  • Frase 1: “Já deu pra ver um time mais ofensivo, marcando mais alto. Obviamente tem poucos dias. Antes de um jogo muito importante não dá pra fazer muita coisa diferente jogando fora de casa porque a gente vem trabalhando de uma forma. Então, é muito difícil mudar em poucos dias, mas as primeiras impressões são muito boas.”
  • Frase 2: “A gente é uma equipe que marca muito e estava precisando de jogar um pouco mais, ter mais posse de bola.”
  • Zé Ricardo gosta de jogar com as linhas adiantadas, mas tem que ter uma pressão dos atacantes também. Não dá pro zagueiro subir se não tiver cobertura porque o time fica muito exposto também. É um fato que o Zé Ricardo pede uma marcação mais alta, mas isso precisa ser treinado também.
  • Disse que até ele está um pouco surpreso pela regularidade que está mantendo, pela boa fase que tá tendo.
  • Ele não conhece o Coudet pessoalmente, mas as referências sobre ele são muito boas.
  • Flamengo e River tem ideias similares de jogo. O Inter poderia ter vencido os dois jogos contra o River, mas acabou cedendo o empate. E, contra o Flamengo, pensa que o jogo do Rio acabou sendo determinante. A derrota lá mudou tudo aqui no Beira-Rio.
  • Ele sabe que se falou que ele teria restrições ao nome do Ariel Holan, mas ele não foi consultado pela direção e jamais teria poder de vetar o nome de um treinador. Ninguém sequer o consultou.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque