Entre pro time

Grêmio

Grêmio tem clima pesado no vestiário, preocupação com jovens e bronca do Felipão com Rafinha

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

Como é de se esperar, o clima tá bem pesado no vestiário do Grêmio.

E aqui quero relatar um bastidor que recebi: existe um descontentamento por parte das principais lideranças do clube com o número excessivo de jogadores da base em campo.

É claro que todo mundo reconhece que tem muito guri bom de bola, mas é quase um consenso entre os boleiros mais experientes do grupo que não vai ser colocando oito guris em um time de 11 titulares que essa situação vai se resolver.


E, pra não ficar vago, os jogadores que eu recebi que estão incomodados são: Geromel, Kannemann, Rafinha e Diego Souza. Tenho certeza que existem outros descontentes, mas os que eu sei e posso garantir que estão preocupados com tantos guris no time, são estes.

Frase que recebi: “Eles sabem que se virarem o turno enforcados, vai sobrar só pra eles”.

Rafinha perdeu moral após Felipão descobrir que ele não o achava o cara ideal pro momento – Lucas Uebel/Grêmio

Por falar em Rafinha, a situação dele é bem particular. Aconteceu algo um tanto quanto surreal. Na época da contratação do Felipão, os dirigentes começaram a perguntar para as principais lideranças sobre o que achavam dele no comando.

Bom, como foi questionado, o Rafinha disse que não achava ele o cara ideal pro momento.

Só que não foi só ele. Confesso que não sei quais outros jogadores também não achavam Felipão o cara ideal pro momento, mas posso garantir que não foi só o Rafinha. Outros, também opinaram que não iriam por esse caminho.

Ok, até ai, nenhum problema. Foi uma consulta e os atletas foram respeitosos, deram sua visão. Isso acontece pra caramba…

Ou vocês acham que os jogadores não são consultados? Óbvio que sim.

O problema é que, há pouco tempo, essa história chegou nos ouvidos do treinador. E ai a coisa ficou séria. Scolari sacou o Rafinha e não quis nem papo.

Vou até colocar aqui a mensagem que recebi sobre a situação Felipão e Rafinha: “o véio tá de birra. Não quer nem resenha”.

Enquanto isso, os jogadores veem a direção em cima do muro. Ninguém se expõe. Não querem ficar mal com ninguém, nem com o Felipão, nem com a torcida. Então, as coisas vão acontecendo, sem grandes mudanças, só que os resultados não estão vindo.

No útlimo jogo, jogaram: Chapecó, Ruan, Rodrigues, Vanderson, Fernando Henrique, Bobsin, Guedes e depois Ricardinho. Oito de 11.

O resultado disso é bem maior do que um empate diante do América. É um clima de vestiário tenso e com as principais lideranças preocupadas porque não acreditam que vão sair do momento complicado deste jeito, usando apenas guris. E ainda por cima sabendo que, se continuar assim, vai estourar tudo nos líderes, como se a culpa fosse só deles.

Mesmo com Felipão, o Grêmio tá na 19º colocação do Brasileirão ainda – Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque