Entre pro time

Grêmio

Grêmio empata com o pior time do campeonato e cai na realidade sobre título no Brasileiro

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio

  • Não tem como achar bom empatar com o time que até então era o lanterna do Brasileirão. Esse é o tipo de tropeço que não pode acontecer. Não tem como defender, mesmo jogando com time alternativo, era pra ganhar.
  • Com o resultado, o Grêmio está a nove do líder São Paulo. E os paulistas ainda jogam na rodada. Podem abrir 12 pontos de distância.
  • Ok, o Grêmio ainda terá um jogo a menos, mas é contra o Flamengo. E, mesmo se vencer, a distância será bem grande ainda assim.
  • Eu já tinha essa visão, mas penso que todo mundo vai começar a ver que o negócio agora é focar nas Copas e se manter no G4 do Brasileirão. Porque, mesmo se o São Paulo tropeçar, ainda tem Galo e Flamengo na frente do Grêmio. É muita gente.
  • Sobre o jogo, Renato colocou vários titulares. Orejuela, Kannemann, Matheus, Pepê, enfim, era pra ser um time com um futebol bem melhor que o apresentado.
  • Pra ter noção, o Lucas Silva, primeiro volante, foi o protagonista e quem mais chutou no primeiro tempo. Isso explica muita coisa, né?
  • Renato tentou Matheus Henrique um pouco mais avançado, quase de meia. Não deu certo. Não é a dele. Teve um lance que entrou na área e furou na bola na hora de finalizar. Parece bobagem, mas não é o que o cara tá acostumado. Faz diferença.
  • Em um lance deu pra ver a diferença do Ferreira para o Luiz Fernando. Outra partida que não foi boa do Luiz Fernando. O Ferreira entrou e, em um ataque pela direita, fez uma jogada melhor.
  • Churín ficou isolado e pouco ou quase nada fez.
  • A boa notícia ficou por conta de mais dois da base que ganharam chance. O centroavante Fabrício e o meia Patrick, velho conhecido da torcida. Pelo menos isso teve de legal. Tomara que sejam mais aproveitados.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque