Entre pro time

Grêmio

Grêmio conseguiu a façanha de merecer perder para o Vasco

Publicado

em

Daniel Ramalho/Vasco
  • Mesmo que seja o Vasco, que seja em São Januário, é duro aceitar uma derrota para time que era o último colocado do Brasileiro e que ainda estava punido e nem torcida pôde ter. Poxa, uma baita chance desperdiçada.
  • Foi um jogo parecido com o jogo contra o Goiás. É o segundo jogo que o time joga bem abaixo do que vinha jogando e com pouca vontade, pouca gama de fazer o resultado. Lá em Goiânia, ainda teve um gol salvador de escanteio. Desta vez, nem isso.
  • No combo, são duas partidas contra times da zona do rebaixamento e só um ponto somado.
  • Nathan no meio é um símbolo da falta de interesse no jogo. E tá falando um cara que não é nada apaixonado pelos brilhos esporádicos do Cristalado. Só que o Nathan tá comprometendo, joga a passos de formiga e sem vontade por ali. É desesperador vê-lo fardar com a camisa de titular no meio.
  • Uma frase que resume a partida é que o Gabriel Grando foi, novamente, um dos destaques e, quem sabe, até o melhor em campo. Vamos ter que começar a somar isso porque tá se repetindo demais isso.
  • Sobre o gol do Vasco, é incrível como o Bruno Alves falha em alguns lances teoricamente fáceis. Neste, ele tira o corpo na hora do cruzamento ao invés de se atirar na bola. Imagino que queria evitar uma bola na mão, mas entregou o gol para os caras. Falha estranha.
  • Ferreira como titular na ponta-esquerda lembrou ele mesmo no começo de carreira. A gente tem a nítida impressão que o Ferreira é um cara de segundo tempo. Isso até justifica a declaração do Renato na semana passada, dizendo que ele tá abaixo fisicamente. Só não consigo entender como o técnico que diz isso e uma semana depois dá a titular pra ele.
  • Suárez passou em branco mais uma vez. E, quem tem a bala dele, precisa resolver. Não adianta. Ele veio pra isso. Se não faz, precisamos falar. É real que ele “deu” um gol pro Bitello, mas nitidamente não tá jogando a mesma coisa de antes.
  • Cadê o futebol do Bitello? Não consigo enxergar outra coisa a não ser imaginar que as especulações da janela lhe impactaram.
  • Gustavinho não entrava em campo desde abril, Renato achou uma boa colocá-lo em campo na reta final. Punição ou não, ele perde um gol feito na pequena área. O André Henrique iria consagrá-lo e o cara perdeu. Óbvio que tem que ser cobrado, mas quem tá há quatro meses sem jogar tem seus descontos, né?
  • Ponto positivo aqui para o André Henrique, que quase deu uma assistência para gol em poucos minutos em campo. Ele tá aproveitando suas chances. Não dá pra negar.
  • Também registro a entrada participativa do Lucas Besozzi. Ficou quase meia hora em campo e não pareceu bobo não. Um ponta-esquerda que vai pra cima.
  • Temos que falar do Renato, né? Suas tentativas não estão dando certo, né? E teve a semana inteira para treinar. Mesmo assim, nada apareceu. Renato tem parte importante nesta conta.
  • Está cada vez mais claro que o Brasileiro do Grêmio vai ser por vaga no G4. Isso não é ruim, mas todo mundo se iludiu com mais.
Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque