Entre pro time

Grêmio

Felipão subiu o tom com os jogadores do Grêmio na coletiva

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do técnico Felipão após a derrota pro São Paulo:

  • Não foi só o Jean Pyerre que pecou. A equipe toda pecou pra acontecer a derrota.
  • Tem que mudar o sentido anímico em campo. Tem que ter raiva do adversário. Tem que jogar como se fosse o final do mundo. O adversário para muito as jogadas e o Grêmio não faz isso porque quer jogar de uma forma bela ou mais interessante. Não é assim. Neste momento, tem que jogar com ânimo, mais determinação, mais garra, mais pegada. É isso que tá faltando em alguns momentos do jogo.
  • Falou em tentar mudar essa situação mudando jogadores ou o esquema. Do jeito que está, não quer tomar gol aos 48 ou quando tomou o primeiro gol tendo a posse de bola duas vezes antes do gol do São Paulo acontecer.
  • Falta um pouco de ser mais cascudo, de ser mais brigão pelo resultado. Na jogada do segundo gol, aos 48 minutos, quando tem um espírito diferente, vai na bola como uma bola final. E eles foram pra jogar como se o jogo tivesse continuado normalmente. O adversário sempre faz a falta e o Grêmio não faz a falta para parar o jogo.
  • Eles tem que saber que, em outros momentos, não aconteceria nada. Só que, neste momento, acontece de tudo. E eles precisam saber disso. Vai tentar passar mais uma vez essa explicação pra que isso não ocorra novamente.
  • Toda vez que o time vai dar um salto de confiança, acontece uma derrota. Acha que jogaram bem contra o Bragantino, por exemplo, mas teve uma bola e um gol deles. Tá na hora de ter outro tipo de postura porque ganha uma, perde outra, empata uma e ganha outra. Os jogadores precisam entender, mas tá difícil.
  • Tem que jogar diferente, ser diferentes, usou a frase: “aceitarmos onde estamos pra poder fazer diferente”.
  • Fez as trocas porque o São Paulo começou a dominar o meio-campo. Então, como Alisson e Douglas Costa não tinham mais condições, mexeu no time. Fez isso pra sair com um ponto no jogo. Citou que não tinha à disposição atletas de velocidade pra apostar no contra-ataque, por exemplo.
  • Vai cobrar, vai exigir uma postura diferente da equipe pra poder progredir, conseguir pontos necessários pra respirar um pouco melhor. Ai sim dá pra jogar um pouco melhor, fazer com que o adversário tema o Grêmio um pouquinho mais.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque