Entre pro time

Grêmio

Destaques da goleada do Grêmio por 4 x 1 contra o Cruzeiro

Publicado

em

Divulgação

  • Everton mostrou o quanto o Grêmio vira um time diferenciado com ele. Sem Everton, o Grêmio perde o drible, a velocidade, o chute a gol. Por isso que é o melhor jogador da América. Fez dois, deu assistência e comeu a bola. Jogou demais.
  • Alisson também é um baita atacante pelo lado direito. Talvez não tão bem reconhecido. Mas é rápido, chuta bem, volta pra marcar. Ele faz muito por esse time. Marcou um belo gol e foi um dos melhores em campo.
  • Tardelli como centroavante é uma baita melhoria em relação ao André. É como se o Grêmio tivesse um camisa 9, mas que se movimenta mais, que troca mais passes. Precisa ser titular. Não só pelo gol de letra, mas pelo jogo que ele permite, não ficando isolado no meio de zagueiros.
  • Galhardo tem ótima batida na bola. Esse é seu forte. Isso fez diferença no gol do Tardelli. O Grêmio precisa aproveitar mais isso.
  • Michel tem que ser titular. Ele dá segurança no meio. Muito mais que Rômulo e ainda deixa o Matheus Henrique jogar. Tanto que foi o Matheus que saiu pra fazer o passe para o primeiro gol do Cebolinha.
  • Luan entrou no segundo tempo com a ordem do Renato de ficar com a bola. Deu pra ouvir isso no microfone da tv. Agora, ainda não foi o jogo que ele fez a diferença. Sigo sem entender o que tem com ele.
  • Kannemann cometeu um pênalti não marcado pela arbitragem.
  • Mas novamente teve um pênalti onde a bola bate na mão do jogador do Cruzeiro e o árbitro não deu. Segundo o Sálvio, comentarista da transmissão da tv, era pênalti e deveria ter sido marcado. Então, fico com a palavra do especialista.
  • A pergunta que eu e todos nós fizemos é: por que não jogaram assim contra o Athletico?

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque