Entre pro time

Grêmio

Contrato diferente acabou sendo uma notícia “salvadora” para o Renato

Publicado

em

Lucas Uebel/Grêmio
  • Com a lesão confirmada no Diego Costa e o André Henrique longe de voltar, Renato vai se ver obrigado a apostar no JP Galvão como comandante do ataque gremista por um bom tempo.
  • E, mesmo que não tenha conseguido performar tão bem aqui, tem um fato atípico no seu contrato que pode ajudar. Isso porque o empréstimo do João Pedro é até o final de julho e não somente até final de junho, como tradicionalmente acontece nos acordos envolvendo clubes europeus. Eles colocam até junho, que é quando se encerram os campeonatos europeus e o mês de julho normalmente é quando a janela reabre para movimentações.
  • Só que esse “mês a mais” aconteceu porque o acordo de empréstimo dele foi acordado para ser por um ano. E, como todas as pontas foram alinhadas no dia 02 de agosto de 2023, para fechar um ano, JP teria que assinar até 31 de julho de 2024. Foi isso que fizeram.
  • Essa diferença deu a chance do Renato ter o centroavante à disposição durante todo esse mês de junho e mais todos os 31 dias de julho.
  • Em uma situação normal, poderíamos considerar que a diretoria gastaria mais um alto salário para um jogador que não iria ficar e vai embora. Hoje, na atual situação, ele vai meio que salvar o esquema do Renato, que pelo menos tem alguém pra colocar em campo de camisa 9.
  • Afinal de contas, Diego Costa teve lesão grau três na coxa. A previsão é pelo menos dois meses. Ou seja, na metade de agosto. 
  • André Henrique ainda recupera o tornozelo e a previsão também ficou para agosto.
  • Depois, tem o Jardiel, destaque da Copinha, que lesionou no Sub-20 e não pode subir.
  • Se contratar, a janela só reabre dia 10 de julho. Então, mesmo vindo um Pedro Raul, não tem como colocar em campo agora.
  • Hoje, Renato tem JP como titular, Galdino improvisado e até Nathan Fernandes, que já jogou na base como 9. Ele é visto com faro de gol, mas não é o estilo que Renato gosta, do cara que faz pivô e briga com zagueiros.

Lucas Uebel/Grêmio

Facebook Comments
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque