Entre pro time

Grêmio

As últimas reviravoltas do Borré no Grêmio

Publicado

em

Diego Haliasz/River

Borré e sua esposa estavam decididos a vir para Porto Alegre. O principal motivo era o financeiro, o salário que o Grêmio ofereceu é maior do que qualquer oferta da Europa. O segundo é que aqui ele tem a certeza que vai ser titular e a estrela do time. Conseguindo isso, estará perto da Seleção. Qualquer outra ida para a Europa, seria incerto e ele já bateu e voltou lá.

No entanto, uma conversa com Marcelo Gallardo, técnico do River, o fez parar para refletir. O treinador, que é um pai, futebolisticamente falando, para ele, acha que seu futebol está no patamar, joga em nível europeu e o melhor a ser feito era ir pra lá. Isso balançou.

Além do Gallardo, o agente colombiano dele também tem este pensamento. Acha que é sua última chance. Tanto, que pediu para esperar mais essa semana porque acredita que duas novas ofertas vão chegar da Europa. Uma destas propostas viria da Inglaterra, a outra ainda não se sabe, acredita-se que seja da Itália, mas nada certo.


Celta e Lazio estão praticamente descartados. Ambos olharam a situação, mas a proposta gremista foi bem melhor. Portanto, desistiram.

Com este cenário, o prazo para o Borré assinar o pré-contrato com o Grêmio tem tudo para ser prorrogado. O jogador tinha até esta terça para assinar. Agora, estão pedindo até quinta-feira para analisar mais estas duas tentativas e ai então decidir o que fazer.

O Grêmio mantém tudo que ofertou, mas não tá negociando aumento. Se ele assinar, tem negócio. Caso contrário, acabou.

Ainda não tem como dizer que Borré não vem mais. Longe disso. O Grêmio segue firme com a melhor proposta e a preferência do jogador. O que mudou é que Gallardo e seu empresário o convenceram a esperar antes de assinar e analisar mais duas propostas da Europa.

Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque