Entre pro time

Inter

Dirigente rebate declarações do Coudet, reclama de pênalti e explica negociações do Inter

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do vice de futebol Alessandro Barcellos:

  • O grupo do Inter é o grupo que conseguiu a liderança do campeonato. Então, ele tem número e qualidade para isso. Mais, pontuou que colocar jovens é uma filosofia do clube. Detalhe que essa declaração vem minutos depois do Coudet reclamar que seu elenco é curto e que tem que colocar jovens pra jogar. Mais, ele tem certeza que é possível disputar o título com este grupo de jogadores.
  • Em outro momento, disse que o Inter não tem um elenco curto. O problema é que são muitas lesões. São nove jogadores fora de combate.
  • Ele não quer isso como desculpa. Admitiu que o time não jogou bem nem contra o Goiás, nem contra o Fortaleza. Mesmo perdendo por uma bola, o Inter também não perdeu.
  • Pra ele, a liderança agora ajuda a ter tranquilidade, a trabalhar melhor, mas não é algo que se não for mantida significa que o trabalho está mal feito ou é impossível chegar no título.
  • Reclamou da arbitragem que “foi ruim, pra não dizer mais”. O pênalti aconteceu. Foi no mínimo igual aquele do Rodinei, no Beira-Rio. O árbitro tomou uma pressão.
  • Reclamou que o jogo não teve uma coordenação da CBF. Tinham mais de 80 pessoas nas arquibancadas do estádio.
  • Garantiu que não tem nenhuma proposta pelo Edenilson. O Inter conta com ele e garantiu que o jogador está muito focado dentro de campo.
  • Sobre Pottker, existem questões a serem resolvidas. O Inter não abre mão de algumas cláusulas no contrato. Quer fazer a negociação, mas pensando em um lucro futuro. O dirigente explicou que o jogador tá lesionado e, por isso, não há pressa.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque