Entre pro time

Inter

Abel gostou do que viu na eliminação e tem esperança que as coisas devem melhorar

Publicado

em

Reprodução

Resumo da coletiva do Abel Braga após a eliminação pro América-MG na Copa do Brasil:

  • Não foi por tática e nem por estratégia. Ele colocou uma equipe mais experiente em campo por causa do grau de dificuldade do jogo. O que caracteriza a equipe adversária é uma recuperação de bola com transição rápida (contra-ataque). E o grande negócio hoje era errar o mínimo de passe possível pra não proporcional essa transição.
  • O time deu a resposta que ele esperava, mas óbvio que faltou profundidade, faltou uma movimentação melhor no ataque. Depois, a garotada conseguiu o gol de empate.
  • Não acha que é o Inter do Abelão. Ele viu hoje um Inter melhor que os dois primeiros jogos que fez. Pensa que isso foi por ter dois dias de treinamento. A equipe teve uma postura interessante, mas ainda faltando profundidade.
  • A coisa que mais chamou atenção hoje é que eles não tinham conquistando o que queriam e desta vez foi uma equipe que lutou até a última bola. É preciso ver isso com um certo grau de verdade dos jogadores com a camisa do clube. Deu esperança que as coisas podem e devem melhorar.
  • Sobre as criticas, o torcedor tem todo o direito de apoiar, não apoiar, concordar ou não concordar. Ele tem soberania.
  • Galhardo tinha batido oito pênaltis neste ano e não tinha perdido nenhum.
  • Acha que o Inter teve dignidade para perder. E o Alexandre, do América, não poderia ter provocado. O Inter foi um digno perdedor e o vencedor tem que ser digno, evitar esse tipo de provocação que não leva a lugar nenhum.
  • Não quis dizer se ele foi a melhor opção para treinar o Inter ou não. Está aqui porque foi convidado por uma situação que normalmente ninguém pega. O estranho foi a saída do treinador, que ninguém esperava.
  • Não viu o jogo completo, apenas os melhores momentos, mas lhe comunicaram que o Inter fez um jogo muito bom contra o Flamengo, mas isso não perdurou. E a saída do Coudet causou algum tipo de constrangimento. Mas ele tá lá pra ajudar e tentar títulos.
  • O Inter jogou 90 minutos dentro do campo adversário. Sabe que sem muita profundidade, sem muitas chances de gol, mas perderam a classificação no Beira-Rio. Em uma desatenção, em um escanteio curto. Ele não sabia que eles usavam escanteio curto. E, desta vez, em Belo Horizonte, o América tentou fazer e não conseguiu porque eles se prepararam.
  • Deu pistas que vai colocar reservas para jogar domingo, no Brasileirão. Seu time deu 700 toques na bola e eles na casa dos 200. Se repetir o time titular, sua equipe não vai estar inteira contra o Boca.
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque