Entre pro time

Grêmio

Vice-presidente deixa claro que existe chance da saída do Renato do Grêmio

Publicado

em

Divulgação

Palavras de Cláudio Oderich, vice-presidente do Grêmio, na Rádio Bandeirantes, após a eliminação do Grêmio na Libertadores:

  • “É o nosso maior ídolo, temos uma estátua pro Renato lá na Arena, de forma merecida, como atleta e como treinador. Resgatou grandes títulos ao Grêmio depois de 15 anos de jejum. Temos que respeitar a história desde grande profissional. A gente sabe também que tudo tem início e fim. Temos que avaliar muito bem isso. E, com certeza, o Grêmio, a sua direção, fará aquilo que é o melhor para o momento, aquilo que entendermos que é aquilo que deve ser feito neste momento.”
  • “Ah, eu não tô te dizendo que a mudança do técnico não pode ser descartada, a gente tem que entender que, assim como o ciclo dos jogadores tem inicio, meio e fim, também os treinadores em alguns momentos não conseguem mais tirar muita coisa da equipe. A gente tem que entender isso e vamos bem avaliar essa situação.”
  • “Não pode ser uma avaliação de amor ao passado e sim temos que pensar no Grêmio daqui pra frente. Aquilo que podemos fazer com essa comissão técnica, o que consegue atingir neste ano e aquilo que não pode atingir neste ano.”
  • “Entender o momento que o Grêmio vive, que não vive hoje, tem vivido nos últimos dois anos.”
  • “Naquele momento, naquele momento, pós desclassificação da Copa do Brasil, nós todos entendemos que o melhor era a continuidade do Renato em cima das necessidades de se fazer resultado nesta fase preliminar.”
  • “A possibilidade de não ganhar a Copa do Brasil, também foi avaliada. E a continuidade do treinador, se fosse o caso de ganhar a Copa do Brasil, um vencedor. E, se não ganhasse a Copa do Brasil, um treinador que conhecesse o grupo e pudesse dar resposta na próxima semana.”
  • “Vamos discutir amanhã, com certeza, estes assuntos e vamos dar uma satisfação para a imprensa e, principalmente para a torcida, que assim espera que o Grêmio tome as medidas cabíveis, em cima de tudo que tá acontecendo.”
  • “Se o Renato sair hoje, na primeira derrota que o Grêmio tiver amanhã ou depois, vão pedir o Renato. A gente sabe como o torcedor é. Hoje ele não quer, amanhã ele quer. Perdeu um, dois jogos, vão pedir o Renato de novo.”
Facebook Comments

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Destaque